‘Ego’ demonstra a longa jornada de J-Hope e BTS, das dificuldades aos sonhos realizados

Anúncio

‘Ego’ demonstra a longa jornada de J-Hope e BTS, das dificuldades aos sonhos realizados

No dia 02 de fevereiro, BTS lançou o comeback trailer de seu próximo álbum Map of the Soul: 7, onde somos apresentados a “Outro: Ego”, faixa solo de J-Hope.

Com uma sonoridade funky, típica do estilo animado e contagioso do rapper em seus trabalhos solos — que conhecemos melhor através de sua mixtape Hope World, lançada em 2018 — “Outro: Ego” segue os lançamentos anteriores de “Interlude: Shadow” de SUGA e o primeiro single do álbum, “Black Swan.”

“Agora nós vamos progredir para alguns passos que são um pouco mais difíceis. Preparar, apontar e começar,” o MV começa em inglês, imediatamente mostrando todas as eras do BTS em alguns segundos. O sample de 2 Cool 4 Skool, álbum de debut do grupo, traz uma onda de nostalgia à todos os ARMYs, que não estavam preparados. A música apresenta J-Hope refletindo sobre as escolhas — nem todas fáceis — que o levaram a se tornar um dos integrantes do BTS, criando uma grande reflexão sobre os sete anos desde seu debut em 13 de junho de 2013.

Resultado de imagem para jhope ego gif

Agora eu não ligo, são todas as escolhas do meu destino, então estamos aqui / olhe para a frente, o caminho está brilhando / continue agora”, proclama o rapper durante o refrão.

Ao longo da faixa e MV — que incorpora muitas representações visuais dos conteúdos lançados pelo BTS ao longo dos anos — o artista reflete sobre sua carreira, as decisões e as dificuldades que enfrentou, incluindo a dicotomia entre sua persona de palco, J-Hope, e sua identidade de nascimento, Jeong Hoseok. “Outro: Ego” termina com a declaração do artista mencionando o seu eu-próprio e ego, quando este aparece em uma cidade colorida “na qual a imagem atual do artista é projetada”, conforme um comunicado de imprensa sobre a música.

J-Hope reencena uma de suas fotos de quando era criança enquanto canta sobre as dificuldades que encontrou ao seguir seu sonho de ser dançarino. Ele diz, na letra, “A vida de Jung Hoseok, não de  J-Hope, passa pelos meus olhos / Deve ter sido cheia de arrependimentos, sem esperanças até eu morrer.”

É uma justaposição criativa fazer uma batida otimista que reflita a felicidade e alegria por trás dela, mas que também te leve através de uma jornada com uma letra séria, porém de fácil identificação. J-Hope continua sendo um gênio artístico, e para ser sincero, essa música é um dos seus melhores trabalhos.

A linda letra da encantadora faixa nos leva em uma jornada pelos sonhos de J-Hope, até o momento em que ele se torna um fenômeno mundial. O rapper aceita seu destino e continua vivendo sua vida gloriosa, enquanto enfrenta novos obstáculos. O instrumental da música representa a vibe de J-Hope, e o MV representa seu mundo ensolarado, que diretamente parece um spin-off de sua mixtape Hope World.

O primeiro comeback trailer de Map of the Soul: 7 contou com SUGA refletindo sobre sua própria jornada em “Interlude: Shadow.” Logo depois, o BTS surpreendeu os ARMYs com o single “Black Swan,” acompanhado de uma coreografia encantadora. “Shadow” e “Ego” são dois elementos da psicanálise junguiana, apresentados pelo “Mapa da Alma” de Jung de Murray Stein, livro cuja série de álbuns do BTS foi inspirada.

Fonte: Bollywood Hungama, Billboard (adaptados)
Trans eng-ptbr: Fefa Azevedo & Gio Liotti @ BTSBR

Artigos | por em 08/02/2020
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio