SITE: Bangtan Brasil - Fã Base
VERSÃO: 1.4 - SPEAK YOURSELF
DESDE: 29.03.2013
VISITAS: ARMYs
Bulletproof Boy Scouts (em coreano: 방탄소년단) é um grupo masculino sul coreano de hip-hop formado pela Big Hit Entertainment. Geralmente conhecidos como BTS, são também chamados de Bangtan ou Bangtan Boys. Eles estrearam em 13 de junho de 2013 com sua... LEIA MAIS
SEJA BEM VINDO À BANGTAN BRASIL, A PRIMEIRA E MAIOR FÃ BASE BRASILEIRA DO BTS. FEITA DE FÃ PARA FÃ!
Publicado em 05.12.2018
Explicando o sucesso do BTS e a influência de fãs que traduzem
Por trás do fenômeno global que é o boygroup sul-coreano, existem fãs [...]

O K-Pop (케이팝), tendo suas bases na Ásia, está super popular atualmente. Até pouco tempo, nenhum grupo de ídolos coreanos tivera sucesso no mercado estadunidense, cuja barreira de entrada é bem complicada de ser quebrada. O BTS (방탄소년단), no entanto, fez o que parecia impossível.

Vários fatores levaram o BTS a se tornar o boygroup mais popular do mundo, incluindo uma musicalidade excelente, vídeos de alta qualidade, letras às quais os ouvintes se identificam, o carisma de cada integrante e uma comunicação intensa através das redes sociais.

Como uma professora de coreano, eu me interessei pelas mudanças linguísticas refletidas nas atividades do BTS. Essas modificações podem ter ocorrido por três fenômenos: a diminuição do poder do inglês, o uso do coreano pelos fãs e a atividade de tradução do fandom do grupo, os ARMYs (아미).

1. A Hegemonia Fraturada do Inglês na Mídia

Hegemonia se refere ao poder do grupo dominante na sociedade. Nos séculos XX e XXI, o idioma inglês estabeleceu seu status absoluto nas esferas da diplomacia, comércio internacional, e nas artes e cultura como uma Língua Franca – um terceiro idioma usado por falantes de línguas nativas diferentes para uma forma comum de comunicação.

Contra este sistema, o BTS tem interrompido a hegemonia do inglês na mídia pouco a pouco – o que, ironicamente, significa mais para o povo coreano do que para as populações anglófonas. Um “complexo de inglês” é tão comum entre os coreanos que existe até um ditado, “Inglês é igual a poder (영어는 곧 권력).” A fluência em inglês é frequentemente usada para demonstrar o nível de educação ou o status de alguém. Assim, a maneira com a qual o BTS lida com as entrevistas internacionais é um tanto incrível. Mesmo os integrantes que não são muito bons em inglês brincam e algumas vezes respondem em coreano. Uma atitude de respeito próprio parece ter apelado não apenas aos fãs internacionais, mas também aos fãs coreanos.

Antes do BTS, cantores coreanos adotavam uma estratégia de localização em todos os aspectos, incluindo a linguagem, quando eles tentavam entrar no mercado norte-americano. Agências escolhiam asiáticos-americanos que sabiam falar inglês, ou ensinavam inglês aos integrantes coreanos dos grupos, para cantarem as letras em inglês para o mercado dos Estados Unidos. Infelizmente, entretanto, não tiveram nenhum sucesso notável. O BTS optou pela estratégia oposta. Abaixo segue o que SiHyuk Bang (방시혁), o CEO da Big Hit Entertainment (빅히트 엔터테인먼트) – a empresa a qual o BTS faz parte – disse em uma entrevista com a Billboard:

“Ensinar inglês a artistas de K-pop e assinar contratos com agências americanas é apenas fazer um cantor asiático iniciar sua carreira nos Estados Unidos. Isso não é ainda K-pop. É importante para artistas e produtores de K-pop focarem nas coisas que fazem melhor e misturar isso a coisas que fãs de músicas internacionais podem se identificar.”

Enquanto todos os outros tentaram remover suas características coreanas distintas, o BTS solidificou sua identidade. A imprensa internacional observa o orgulho do BTS sobre sua própria identidade como um dos principais fatores que os fizeram obter sucesso no mercado norte-americano. A presença da música do BTS em grandes canais de transmissão, o canto dos fãs durante suas músicas e o coro dos ARMYs dos nomes dos integrantes indicam que o poder do idioma dominante na mídia está lentamente caindo.

2. Coreano: Aceite-o como ele é

Como uma criadora de conteúdo coreano, eu sinto o poder dos ARMYs mais intensamente quando os fãs internacionais usam o coreano. O idioma nunca antes foi tão usado nas redes sociais, independentemente de nacionalidade.

Steven Pinker afirma que o cérebro de cada pessoa contém um dicionário de vocabulário com um dicionário de conceitos (dicionário mental) e uma regra de combinação de vocabulário para expressar a relação entre palavra e conceito. De acordo com esta teoria, os fãs parecem estar aceitando não apenas o dicionário coreano mas o dicionário de conceitos do BTS como um todo.

2.1 Pronunciando as letras como se ouve

Qualquer um exposto a um idioma estrangeiro sofre a interferência da língua materna, especialmente na escuta. Fonemas que não existem no idioma nativo do falante são substituídos por aqueles mais similares na língua nativa. Por exemplo, a primeira consoante do coreano, Giyeok (ㄱ). Falando estritamente, a pronúncia do Giyeok não é exatamente [g] nem [k]; pode ser ouvido tanto como [g] ou [k], dependendo da língua nativa do ouvinte. Na minha experiência, essa é a primeira dificuldade enfrentada pela maioria das pessoas ao aprender coreano.

Ao ir mais a fundo, algumas letras que são fáceis para os coreanos aprenderem podem ser bem difíceis para norte-americanos, por essa mesma razão. Requer muito esforço para eles escreverem as letras do BTS na escrita romanizada. O tipo de conteúdo mais usado são vídeos no YouTube que toca uma canção do BTS ao fundo enquanto mostra o rosto de cada integrante, indicando quem canta cada parte. As legendas são as letras coreanas, com a pronúncia romanizada e a tradução em inglês.

É assim que fãs internacionais que não sabem coreano aprendem a cantar junto às músicas do BTS. Mesmo eu que crio conteúdo em coreano fico cansada ao escrever as pronúncias romanizadas, e por isso a paixão dos fãs dos ARMYs é tão incrível. Não tem sentido eu discutir com eles sobre a precisão da notação – por exemplo, a noção de que a estrutura do idioma coreano não é refletida corretamente.

2.2 Usando expressões coreanas

Muitos fãs de BTS escrevem nas redes sociais em coreano sem tradução, usando palavras coreanas como os nomes dos integrantes, ou hyeong (형), oppa (오빠), mangnae (막내). Os fãs usam palavras que normalmente aparecem em conteúdos do BTS sem traduzi-las para seu próprio idioma.

Humboldt acreditava que a linguagem determina a cognição humana e o pensamento. Por causa disso, as pessoas que falam a mesma língua compartilham da mesma visão de mundo que ela oferece. Os fãs devem ter percebido alguns elementos culturais coreanos que o seu idioma nativo não compreende ao acessar conteúdos do grupo, e isso impulsiona os fãs a usarem o coreano.

3. Comprometimento do Time de Tradução ARMY

A fanbase de ARMYs não é só sobre consumir a música do BTS e seus diversos conteúdos. Os times de tradução internacionais ajudam a música do BTS a se comunicar por todo o mundo, através das barreiras do idioma coreano. Um dos principais times de tradução ARMY, Bangtan Translations, tem mais de 1,4 milhões de seguidores no Twitter (@BTS_Trans) em novembro de 2018 e seu canal no Youtube (Bangtan Subs) tem cerca de 1 milhão de inscritos.

Com o uso do BTS das redes sociais, seu conteúdo é postado de tempo em tempo sem aviso prévio. O Time de Tradução ARMY traduz esses conteúdos para o inglês poucos minutos ou horas depois dos garotos postarem. O texto em inglês é então traduzido para diversas línguas e compartilhado em diferentes redes sociais. Claro, a tradução não é totalmente igual, pois algumas expressões ou estruturas de frase apenas existem em coreano. Além disso, as letras do BTS contêm muitas metáforas únicas. Os ARMYs coreanos (K-ARMY) tentam traduzir com o significado mais próximo ao comentar todas as possíveis interpretações de expressões que não podem ser entendidas igualmente no inglês.

Graças a todos os seus esforços, os ARMYs internacionais (I-ARMY) podem acessar as notícias do BTS em tempo quase real. Durante esse processo, tanto os coreanos quanto os ARMYs internacionais formam uma relação entre si, e a energia desse vínculo é claramente transmitida ao BTS. Esse é a razão pela qual o BTS sempre fala dos ARMYs em cerimônias de premiação.

O sucesso do BTS não é limitado ao sucesso do boygroup coreano. Não apenas ele quebrou a ordem existente representada pelo idioma na mídia, como também abriu oportunidades para pessoas de todo o mundo poderem conhecer o coreano. Além disso, os ARMYs ajudaram a acelerar os esforços do BTS.

Fonte: Organic Korean
Trad eng-ptbr; clau @ btsbr



Comentários: