[#HappyJungkookDay] Feliz aniversário, JungKook!

Anúncio

[#HappyJungkookDay] Feliz aniversário, JungKook!

Qualquer pessoa que tenha um dia se obcecado por alguma coisa sabe que ser fã é um tanto complexo. É difícil separar fãs em categorias, já que nós oscilamos entre elas todos os dias. Dizemos que amamos nosso ídolo e logo depois que queremos matá-lo, passando por um turbilhão de sentimentos desconexos que só uma obsessão poderia nos fornecer. Entre os sentimentos de fã, está o surto materno. Quando você olha para aquele ídolo e sente não apenas um orgulho profundo, mas também espera que todo o Universo conspira a favor dele. E posso afirmar com algum grau de certeza que várias ARMYs sentem isso por Jeon Jungkook.

Sendo um maknae, é possível imaginar o motivo pelo qual esse sentimento é tão frequente, mas não podemos desconsiderar a sua incrível personalidade por isso. Jungkook não é nosso bebê simplesmente por ser o mais novo do grupo, mas sim porque o vimos amadurecer com o grupo, ficar mais confortável na frente das câmeras e se envolver cada vez mais com a música que nos apresenta. Vimos Jungkook perder a carinha de criança e ganhar uma atitude no palco que nos deixa sem fôlego. O vimos se apresentar com seus ídolos e ser reconhecido por eles. Acompanhamos a evolução de sua voz e a confiança que adquiriu nela, se tornando um vocalista ainda mais emocionante.

E, acima de tudo, aprendemos coisas sobre e com ele. De repente, Jungkook não era o mais tímido do grupo, e sim o que mais os fazia rir com suas brincadeiras. Jungkook não era apenas um ídolo inexplicavelmente brilhante em tudo, mas sim um dos que mais trabalhavam duro para sustentar o título de “maknae de ouro” do grupo. Aprendemos que coisas precisam ser praticadas e apreciadas para darem certo, ou simplesmente não temos propósito.
Afinal, para isso existem os ídolos: para nos inspirar, e nos mostrar que coisas são possíveis. E se há uma coisa que Jungkook nos mostra, é que todos temos potencial para sermos pessoas “de ouro” no que quer que seja importante para nós. E a última coisa que podemos fazer é desistir.

— Gabriela Gonçalves

Texto e imagem originais da equipe BTSBR. Por favor, não cortar os créditos ou retirar sem os mesmos.

Artigos | por em 02/09/2016
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio