SITE: Bangtan Brasil - Fã Base
VERSÃO: 1.3 - WINGS BLUE
DESDE: 29.03.2013
VISITAS: ARMYs
Bulletproof Boy Scouts (em coreano: 방탄소년단) é um grupo masculino sul coreano de hip-hop formado pela Big Hit Entertainment. Geralmente conhecidos como BTS, são também chamados de Bangtan ou Bangtan Boys. Eles estrearam em 13 de junho de 2013 com sua.. LEIA MAIS
SEJA BEM VINDO AO BANGTAN BRASIL, A PRIMEIRA E MAIOR FÃ BASE BRASILEIRA DO BTS. FEITA DE FÃ PARA FÃ!
Publicado em 11.11.2017
[NEWS] Por que o k-pop é essencial para a renascença de boy bands
BTS é comparado a boybands marcantes como *NSYNC, Boyz II Men, New Kids on [...]

Quando o assunto é boy bands, os Estados Unidos e o Reino Unido tem historicamente dominado a cena — mas não mais.

Em 2017, a indústria musical está cinco anos distante de quando One Direction e The Wanted começaram a subir nas paradas musicais da Billboard, que por sua vez foram precedidos pelo primeiro hit de Jonas Brothers cinco anos antes, com similares ondas de popularidade sobre as boy bands voltando aos tempos de B2K, Backstreet Boys, *NSYNC, Boyz II Men, New Kids on The Block, New Edition, Jackson 5, The Osmonds, The Monkees, The Beatles e além. A hora para uma nova sensação é agora, e mesmo que tenha tido muito para se falar sobre uma renascença de boy bands em 2017, os grupos masculinos coreanos passaram quase duas décadas dominando a Ásia — e agora o seu impacto está sendo finalmente reconhecido de forma inegável nos Estados Unidos.

Somente nessa semana vimos a boy band de k-pop BTS fechando seu reino de seis semanas na Billboard 200 enquanto o EP “Love Yourself: Her” da banda termina depois de um debut no Top 10 e quatro semanas no Top 40 — um feito que nenhuma boy band, coreana ou não, chega sequer perto de conseguir.

Dez diferentes boy bands vieram fazer turnê nos Estados Unidos esse ano, oferecendo aos fãs norte-americanos a chance de ver esses grupos (incluindo o BTS) em carne e osso. Enquanto isso, essa nova onda da presença de boy bands nas redes sociais não pode ser negada. O enorme traço de BTS nessas redes os ajudaram a ganhar o prêmio de Top Social Artist no Billboard Music Awards desse ano.

A ascensão de bandas de k-pop nos Estados Unidos pode ser tudo, menos abrupta. Começando no início dos anos 2000, artistas solo coreanos e grupos começaram a fazer shows pelos EUA mais e mais. Em 2010, isso resultou em diversos shows todo ano — e em 2013, a invasão dos grupos de k-pop no país havia explodido, enquanto grupos populares como TVXQ, VIXX e INFINITE faziam shows locais. Desde então, tem sido uma explosão constante, com 2017 sendo o ano com grupos de k-pop fazendo — e esgotando — shows na América do Norte como nunca antes. Enquanto isso, vários grupos têm até se organizado para deixar seus eventos mais íntimos, fazendo fan meetings em pequenas arenas para apenas seus fãs mais dedicados.

Esgotar shows nas maiores cidades americanas não é um feito nada fácil, especialmente para artistas estrangeiros. Mas várias dessas boy bands coreanas se tornaram capazes de fazê-lo graças ao quão acessíveis se tornaram pelas redes sociais, se conectando com fãs ao redor do mundo apesar das barreiras geográficas. Twitter, Instagram e live streams tem gradualmente se tornado janelas para as vidas diárias e personalidades de astros do k-pop, diminuindo a postura distante dos ídolos integrada no campo e tornando-os mais próximos dos fãs internacionais.

As boy bands de k-pop estão decididas a entrarem no mercado norte-americano mais do que nunca, em parte por causa do instável apoio da China quanto à exportação do entretenimento coreano e parcialmente devido à diminuição da presença do k-pop no Japão quando comparada a uma geração atrás. E eles estão sendo bem-sucedidos no feito, não apenas por sua acessibilidade quanto também por conseguirem usar a natureza inovadora do gênero para atingir o público ocidental. A colaboração do BTS com Andrew Taggard, do The Chainsmokers, e o seu futuro lançamento com Steve Aoki e Desiigner são apenas algumas ocasiões nas quais boy bands estão seguindo tendências atuais e misturando-as com a única finesse do k-pop com o seu vibrante dance-pop.

Com a necessidade ocidental de alternativas de populares boy bands locais desde o hiatus de One Direction no ano passado, boy bands coreanas tomaram uma oportunidade de se tornarem uma parte considerável da indústria pop, sutilmente atraindo a atenção de fãs e amantes da música ao redor do mundo enquanto seus próprios exércitos de fãs dedicados crescem dia a dia. Com o aumento de shows e aparições na mídia, não há como negar o crescente impacto que boy bands de k-pop tem tido na crescentemente diversificada cena do pop americano.

As partes que não se referiam ao Bangtan foram omitidas. Você pode conferir o post completo em inglês aqui.

Fonte: Billboard
Trans eng-ptbr; gabriela @ btsbr



Comentários: