SITE: Bangtan Brasil - Fã Base
VERSÃO: 1.4 - SPEAK YOURSELF
DESDE: 29.03.2013
VISITAS: ARMYs
Bulletproof Boy Scouts (em coreano: 방탄소년단) é um grupo masculino sul coreano de hip-hop formado pela Big Hit Entertainment. Geralmente conhecidos como BTS, são também chamados de Bangtan ou Bangtan Boys. Eles estrearam em 13 de junho de 2013 com sua... LEIA MAIS
SEJA BEM VINDO À BANGTAN BRASIL, A PRIMEIRA E MAIOR FÃ BASE BRASILEIRA DO BTS. FEITA DE FÃ PARA FÃ!
Publicado em 31.12.2018
Retrospectiva 2018: o maior ano da carreira do BTS
De álbuns no topo da Billboard a discurso na ONU: 2018 foi o maior ano do BTS

O BTS vem crescendo ano a ano desde seu debut em 2013, mas 2018 será lembrado como o ano em que eles tomaram conta do mundo.

RM, Jin, SUGA, J-Hope, Jimin, V e JungKook têm ganhado prêmios e quebrando recordes na Coreia ao longo de suas carreiras, mas no final de 2017, eles chegaram ao grande público ocidental ao apresentar “DNA” no American Music Awards e participando do programa The Ellen DeGeneres Show pela primeira vez.

E além do hit “DNA”, o grupo trabalhou ao lado de Steve Aoki e Desiigner para lançar a grande “MIC Drop Remix”.

Mas 2018 foi o ano em que as conquistas do BTS alcançaram os céus, com o mundo da música – não apenas sua dedicada fanbase, os ARMYs – prestando atenção em cada passo do grupo.

Em março, o grupo deu ao seus fãs um vislumbre de sua vida ocupada e mostrou o cuidado que tem por trás de cada apresentação com o documentário Burn The Stage – se juntando a estrelas como Lady Gaga e Katy Perry que já realizaram projetos similares.

No mês seguinte, BTS foi o primeiro colocado na lista da Forbes coreana como os artistas mais influentes e poderosos atualmente, deixando para trás nomes como Wanna One, TWICE e EXO.

Em maio, as vitórias se acumularam, com o grupo ganhando o prêmio Top Social Artist pelo segundo ano consecutivo na Billboard Music Awards, onde o BTS apresentou pela primeira vez o single “Fake Love”, que cimentou a fama global do septeto.

“Fake Love” foi lançada em 18 de maio, e seu MV bateu o recorde e se tornou o vídeo de K-Pop mais visto nas primeiras 24 horas. A música também quebrou outros recordes, ao alcançar a posição de número 10 na Billboard Hot 100!

O terceiro álbum de estúdio do grupo, Love Yourself 轉 ‘Tear’, foi lançado no mesmo dia e foi um marco para a música coreana em territórios ocidentais ao alcançar o primeiro lugar na Billboard 200.

E mesmo assim, um álbum em primeiro lugar no ano não foi suficiente para eles.

Com o último álbum da série Love Yourself – o repackaged Love Yourself 結 ‘Answer’lançado em agosto, combinando músicas de Her e Tear com sete músicas inéditas também alcançou o primeiro lugar na Billboard 200. E fez de “IDOL” um hit global.

O lançamento digital de “IDOL” contou também com uma versão com a participação da rapper Nicki Minaj, demonstrando que o poder do grupo é cada vez mais forte. “IDOL” quebrou recordes com seu MV também, se tornando o vídeo mais visto nas primeiras 24 horas do YouTube, batendo recorde de Taylor Swift. A música também alcançou a posição de número 21 nas paradas britânicas, a mais alta para uma música em coreano da história.

No mesmo mês, o grupo embarcou em sua turnê mundial, com datas esgotadas desde junho. Ingressos para os shows de Londres, a primeira parada do grupo na Europa, eram tão procurados que os ingressos eram revendidos por preços exorbitantes.

Após seus shows em Seul e pela América do Norte, o impacto do BTS realmente chegou às terras inglesas, com fãs acampando nas redondezas da O2 Arena em outubro, tudo para conseguir os melhores lugares. Até mesmo o pequeno acidente sofrido por JungKook que o obrigou a se apresentar sentado nas duas noites não foi capaz de acabar com a festa. O BTS se tornou os queridinhos dos britânicos ao participarem do famoso programa The Graham Norton Show.

Junte os lançamentos solo dos integrantes J-Hope com Hope World e RM com mono. e a música do BTS podia ser escutada em todos os lugares; artistas como Charlie Puth e MNEK trabalharam com o grupo durante o ano, enquanto outros nomes como Ed Sheeran, Jorja Smith, Halsey e Shawn Mendes estão entres os rumores.

Tudo isso culminou para a indicação (e vitória) do BTS como Artista do Ano no MAMA 2018, assim como o álbum Love Yourself Tear ganhando como Álbum do Ano, além de prêmios como Melhor MV (com “IDOL”), Preferência Global e Melhor Estilo.

Mas não foi um grande ano apenas para a música do BTS.

O grupo foi convidado a discursar na Assembleia das Nações Unidas graças a seu trabalho junto com a UNICEF, e o discurso inspirador de RM na ONU logo se tornou viral.

E apenas um mês após, o BTS se tornou os ganhadores mais novos do prêmio de Ordem e Mérito Cultural, devido à seu trabalho em promover a cultura popular coreana e o Hangul, o alfabeto coreano, para o mundo.

Nós não sabemos como o BTS pode superar o ano de 2018 – mas com os meninos tendo assinado um novo contrato com a empresa Big Hit Entertainment para os próximos sete anos – aguardamos ansiosamente pelo que virá pela frente.

Fonte: Metro UK
Trans eng-ptbr; Bia Rehm @BTSBR



Comentários: