btsbr.co.vu/archive & btsbr.wordpress.com
SITE: Bangtan Brasil - Fã Base
VERSÃO: 1.4 - SPEAK YOURSELF
DESDE: 29.03.2013
VISITAS: 5.272.752 ARMYs
Bulletproof Boy Scouts (em coreano: 방탄소년단) é um grupo masculino sul coreano de hip-hop formado pela Big Hit Entertainment. Geralmente conhecidos como BTS, são também chamados de Bangtan ou Bangtan Boys. Eles estrearam em 13 de junho de 2013 com sua... LEIA MAIS
SEJA BEM VINDO À BANGTAN BRASIL, A PRIMEIRA E MAIOR FÃ BASE BRASILEIRA DO BTS. FEITA DE FÃ PARA FÃ!

Tag: Forbes

Publicado em 04.11.2018
BTS é considerado inelegível para a categoria Best New Artist no Grammy
O nome do grupo continua aparecendo em muitas listas de previsões

O prazo de elegibilidade para o Grammy Awards se encerrou no dia 30 de setembro, o que significa que este é o momento para realizar previsões sobre quem receberá uma indicação ou qual música e álbum será lamentavelmente ignorado. Todo mundo parece ter uma opinião acerca de quem é merecedor, mas quando se trata do prêmio de maior prestígio da indústria musical, existem rígidas regras, e essas delimitações podem impedir que populares líderes das paradas musicais sejam reconhecidos.

Um nome que continua aparecendo em muitas listas de previsões é o BTS, o grupo de K-Pop que fez história (várias vezes, de fato) nos Estados Unidos este ano. Os ARMYs — a dedicada fanbase do grupo — falam há meses sobre uma possível indicação na categoria Best New Artist, mas, infelizmente, isso não irá acontecer.

De acordo com uma fonte próxima à premiação, o grupo foi considerado inelegível para o cobiçado prêmio.

2018 foi um ano extraordinário para o grupo sul-coreano, tendo alcançado não um, mas dois álbuns em primeiro lugar na Billboard 200,  fazendo história ao se tornar o primeiro grupo de K-Pop a fazer algo de tamanha importância.

Enquanto este foi o ano em que o BTS mudou todas as regras sobre quem pode liderar as paradas musicais nos Estados Unidos, o grupo tem estado e lançando músicas no país há anos, e é por isso que eles não poderão competir por este prêmio. Eles conseguiram seu primeiro álbum no Top 10 em setembro de 2017, quando o mini-álbum Love Yourself: Her chegou na sétima posição. Tecnicamente, esse sucesso ocorreu no período de elegibilidade do ano anterior.

Antes disso, eles colocaram outros quatro títulos na Billboard 200 durante um período de alguns anos,  embora nenhum deles tenha causado um grande impacto (apenas um deles entrou no Top 40). Então, mesmo que seja discutível que eles não tenham ganhado destaque até este ano, eles simplesmente lançaram muita música para competir por essa honra única na vida.

De acordo com a Recording Academy (organização responsável pelo Grammy), para se tornar elegível para a categoria Best New Artist, o artista “deve ter lançado o mínimo de 5 singles/faixas ou um álbum, mas não mais que 30 singles/faixas ou três álbuns em sua carreira até o momento.”

Com inúmeros álbuns tendo chegado a parada musical mais importante dos Estados Unidos ao longo dos anos, é claro que o BTS presenteou seus fãs com mais de 30 músicas, não sendo o grupo elegível para a categoria.

Fonte: Forbes
Trans eng-ptbr; fernanda azevedo @btsbr


Publicado em 22.09.2018
Sucesso estrondoso: A série “Love Yourself” em números
Venha relembrar alguns dos números impressionantes decorrentes da trilogia!

IMG 01

Há um ano o septeto sul-coreano BTS lançou a primeira parte de sua icônica trilogia Love Yourself, em 18 de setembro de 2017. Love Yourself: Her, liderado pelos singles “DNA” e “MIC Drop”, tornou-se o primeiro álbum Top 10 do grupo nos Estados Unidos, e precedeu o lançamento de Love Yourself: Tear, em maio, e Love Yourself: Answer, de agosto, e os três chegaram ao primeiro lugar. Todos os álbuns fizeram história em diversas ocasiões, e com cada novo recorde o grupo se impulsionou para rapidamente virar um dos mais populares artistas estrangeiros a ir para os Estados Unidos. No momento, o BTS está no meio de sua “BTS World Tour: Love Yourself”, que esgotou ingressos de mais de 30 shows em três continentes. O impacto da Love Yourself, tanto na carreira do BTS, quanto no estado da cena musical global, será sentido por anos a frente, mas, em homenagem ao aniversário da série, vamos relembrar alguns dos números decorrentes da trilogia. Todos os dados foram colhidos no dia 17 de setembro de 2018.

1: A classificação que tanto Tear como Answer estrearam na lista americana Billboard 200: BTS é o primeiro e único artista coreano a ter um álbum listado em charts americanos, e é mais impressionante ainda que tenham repetido o feito em menos de 6 meses. Eles são os primeiros em 10 anos a atingir o primeiro lugar com álbuns estrangeiros, o último sendo Ancora, de II Divo, em 2006.

Todos os 3 álbuns da Love Yourself também atingiram a primeira posição do Gaon, da Coreia do Sul, e chegaram à posições altas em outros charts semanais de álbuns ao redor do globo.  

3: A quantidade de músicas da Love Yourself que receberam certificação dourada da RIAA: Tanto “DNA” como “MIC Drop (Remix)”, produzida por Steve Aoki, receberam a condecoração em 2018.

5: O lugar na lista Billboard Hot 100 do Canadá onde “IDOL”, single do Love Yourself: Answer, estreou na lista de 8 de setembro de 2018. É a posição mais alta que qualquer single do septeto chegou em rankings musicais da América do Norte.

7: Colocação de Love Yourself: Her no chart Billboard 200 ano passado. Foi o primeiro álbum do grupo a chegar ao Top 10, antecipando as estreias em primeiro lugar de tanto Tear, como Answer.

9: Posição alcançada por Love Yourself: Tear no ranking da Nielsen Music de Top 10 Álbuns Físicos do primeiro semestre de 2018. No momento de sua postagem, em julho de 2018, o ranking relatava 132 mil cópias do álbum vendido nos Estados Unidos desde seu lançamento, em 18 de maio, e o final de junho.

10: Lugar mais alto atingido pelo single de Tear, “FAKE LOVE”, no chart da Billboard Hot 100. É a terceira posição mais alta alcançada por uma música coreana, após o hit de Psy “Gangnam Style”, que atingiu a segunda colocação em 2012, e seu single seguinte em 2013, “Gentleman”, que chegou ao quinto lugar.  

11: Posição mais alta alcançada até então por “IDOL”, single de Love Yourself: Answer e com a participação de Nicki Minaj, na Billboard Hot 100.

12: Número de versões diferentes da série Love Yourself, onde cada versão de um dos álbuns soletrava uma das palavras do título: o conjunto de Her soletra “LOVE”, Tear contém “YOUR”, e Answer termina a frase com “SELF”. Todos os 12 álbuns possuem conteúdos internos diferentes do grupo.

14: Número de MVs, trailers de comeback e highlight reels associados aos álbuns Love Yourself baixados no YouTube, todos focando em algum aspecto dos elementos temáticos da série.

21: Colocação de estreia de “IDOL” no chart de Singles Oficiais do Reino Unido, a primeira música do grupo a atingir uma posição dentro do Top 40 no país. Love Yourself: Answer chegou ao 14º lugar no chart de Álbuns Oficiais.

25/26: O número total de faixas de Love Yourself: Answer, a compilação de toda a série. Junto com músicas originalmente presentes em Her e Tear, também teve sete novas músicas, além de versões alternativas de músicas lançadas anteriormente. A versão alternativa de “IDOL”, com a participação de Nicki Minaj não está presente nas cópias físicas do álbum mas disponível digitalmente como a 26ª faixa bônus.

28: Posição mais alta atingida por “MIC Drop (Remix)”, o segundo single de Her, com a participação de Desiigner e produzida por Steve Aoki.

33: Número de shows anunciados até então na tour atual do BTS, “BTS World Tour: Love Yourself”. Todas as datas, incluindo o primeiro show em estádio do septeto nos Estados Unidos, e diversos shows de arena no Japão, estão todos esgotados. O site do grupo coreano promete “mais datas em breve”, mas a tour já passou de 600 mil ingressos vendidos.

67: colocação mais alta atingida por “DNA” na Billboard Hot 100, a primeira música do BTS a aparecer na lista.

73: Países onde Tear chegou ao primeiro lugar no iTunes. Answer chegou ao topo em 66 regiões.

101: Semanas onde o grupo ficou no chart Billboard Social 50. O grupo ficou 91 semanas no primeiro lugar. O discurso de RM do Billboard Music Awards de 2017, onde BTS ganhou o prêmio de Top Social Artist, apareceu em Love Yourself: Her.

229: Valor aproximado de todos os 12 álbuns da Love Yourself, de acordo com os preços atuais na Amazon e a loja oficial do BTS.

340: número de dias entre o lançamento de Love Yourself: Her, em 18 de setembro, e a conclusão da série, em 24 de agosto, com Answer. O prazo entre o lançamento do primeiro Highlight Reel, em 18 de agosto de 2017, e o final da série com Answer foi muito próximo de um ano.

45,000: Quantidade de downloads vendidos de “MIC Drop” em sua primeira semana, de acordo com a Nielsen Music, que também verificou 9.8 milhões de reproduções nos Estados Unidos. Foi a primeira música do grupo a atingir o Top 40 dos Estados Unidos.

135,000: Quantidade equivalente de álbuns vendidos na primeira semana de Tear nos Estados Unidos, de acordo com Nielsen Music, possibilitando que este álbum fosse o primeiro álbum do BTS a atingir o primeiro lugar da Billboard Hot 100. Deste número, 100 mil representam álbuns vendidos de maneira tradicional.

185,000: Número equivalente de álbuns vendidos na primeira semana de Answer em sua primeira semana nos EUA, fazendo com que o terceiro álbum da série Love Yourself se tornasse o segundo do septeto a atingir a primeira colocação. Dessa soma, 141 mil unidades foram vendidos de maneira tradicional.

860,000: Número de álbuns Answer vendidos em sua semana de estreia.

1.03 milhões: Valor acumulado, em dólares americanos, ou então 1.15 bilhões de wons coreanos, destinados à campanha da UNICEF Love Myself. Foi apresentada em outubro do ano passado em colaboração com a trilogia Love Yourself; 3% do lucro produzido com as vendas de álbuns físicos são destinados para a causa.

1.44 milhões: Número de cópias vendidas em pré-venda de Tear na Coreia do Sul antes de sua estreia em maio, o maior número já registrado no país até então. Esse valor seria superado por Answer em Setembro.

1,493,443: cópias vendidas de Her, lançado em setembro, ao longo do resto de 2017 de acordo com Gaon Chart, da Coreia do Sul.

 

1,511,910: Quantidade de cópias de Answer vendidas em pré-venda na Coreia do Sul, superando tanto Her, como Tear em quantidade de álbuns vendidos na pré-venda mesmo sendo uma compilação, ou álbum repackage, que possuía tanto músicas originais e previamente lançadas.

1,933,450: Número de cópias Love Yourself: Answer supostamente vendeu após apenas 8 dias do lançamento do álbum em 24 de agosto. É a maior quantidade de álbuns vendidos em um mês já registrada no Gaon Chart, da Coreia do Sul, desde seu início em 2010. Tear tem o segundo maior número já registrado, com 1.664.041 cópias vendidas.

45 milhões: visualizações em “IDOL” nas primeiras 24 horas assim como registrado pelo YouTube, o melhor dia de estreia para qualquer videoclipe já baixado no site.

1.35 bilhões: Soma das visualizações dos cinco MVs lançados como parte da série Love Yourself (“DNA,” “Mic Drop,” “Fake Love,” “IDOL” “IDOL com participação de Nicki Minaj”).

2.21 bilhões: Valor estimado (em dólares americanos) ganhado pela empresa do BTS, BigHit Entertainment, em 11 de setembro, de acordo com análise feita pela empresa sul-coreana Hana Investimento Financeiro. Isso, em wons coreanos, chega ao número de 2.5 trilhões.

 

Fonte: Forbes
Trans eng-ptbr; fer zloccowick @ btsbr

 


Publicado em 26.08.2018
5 razões que farão o BTS alcançar número #1 com Love Yourself 結 ‘Answer’
A revista Forbes analisa as possibilidades e motivação para a possível conquista

Na sexta-feira (24 de agosto), BTS lançou seu novo álbum, Love Yourself: Answer, e dizer que a expectativa era alta pode ser o eufemismo do ano. Os fãs tomaram conta do Twitter para expressar o entusiasmo pelo novo lançamento, levando o #TheAnswerIsComing ao topo da lista de tendências mundiais da rede social.

Esses fãs também têm boas razões para estarem animados. O BTS ainda está no topo do sucesso com Love Yourself: Tear, que se tornou o primeiro álbum do K-Pop no topo da Billboard 200 quando lançado em maio. Tear também gerou o single de sucesso “Fake Love”, que se tornou a primeira música K-pop a estrear no Top 10 da Billboard Hot 100. Fatores que resultaram em uma turnê mundial completamente esgotada, a Love Yourself Tour (incluindo o primeiro show do grupo em um estádio no U.S., no Citi Field, em Nova York), sendo seguro dizer que o septeto coreano está em uma onda de sucesso sem precedentes.

Agora, o BTS tem o potencial de enviar a terceira e última edição da série Love Yourself para o topo da Billboard 200, apenas três meses após seu predecessor. Desde vendas monstruosas de pré-lançamento à uma lista de faixas otimizada para streaming, aqui estão cinco razões pelas quais o BTS provavelmente irá ganhar um segundo álbum número #1 com Love Yourself: Answer.

Recordes de pré-vendas

Love Yourself: Answer chegou ao topo da lista de melhores vendas de CDs e vinil da Amazon assim que o álbum ficou disponível para pré-venda. Além disso,  também quebrou seu próprio recorde de pré-venda na Coréia do Sul, vendendo mais de 1,5 milhão de cópias de Answer nos primeiros seis dias de disponibilidade (anteriormente tinham quebrado o recorde com Love Yourself: Tear). Na época, pouco se sabia sobre o álbum, além do título, que fala sobre a lealdade feroz e a excitação raivosa dos fãs do grupo.

Aumento do pacote de ingressos

Fãs compraram ingressos para o show Citi Field do BTS assim que foram postos à venda na sexta-feira passada, vendendo um estádio com capacidade para 42 mil pessoas em menos de uma hora. Cada bilhete comprado on-line vem com uma cópia de Love Yourself: Answer e instruções para seu recebimento.  De acordo com a Billboard, apenas 20-30% dos fãs normalmente resgatam suas ofertas de álbuns, embora esse número esteja mais próximo de 60% em casos mais recentes como P!NK e Shania Twain. Os fãs do BTS entendem o jogo e querem ver seu artista favorito dominar as paradas, então parece razoável assumir que Love Yourself: Answer terá um aumento nas vendas na primeira semana de 20.000-30.000 somente com as ofertas de resgate.

Álbuns mais longos = maior streaming

Isso não é segredo, tendo essa fórmula sido bastante utilizada por inúmeros artistas no ano passado. Álbuns maiores funcionam melhor em serviços de streaming por padrão, dando aos ouvintes ativos mais música para curtir e aos ouvintes passivos mais conteúdo para se ponderar. Love Yourself: Answer possui 25 faixas, consistindo de novas músicas, sucessos antigos, remixes e solos dos vocalistas do BTS. É a mesma quantidade de faixas que o álbum Scorpion, de Drake, e mais que o dobro do tamanho do último álbum do septeto, Love Yourself: Tear.

O monstruoso MV de ‘IDOL’

Na quinta-feira (24 de agosto), juntamente com o lançamento do álbum, o grupo lançou o MV de ‘IDOL’, o  single promocional de  Love Yourself: Answer. O vídeo chegou ao topo da lista de tendências do Youtube e conquistou 56.2 milhões de views em 24 horas, quebrando o recorde de videoclipe mais assistido em um único dia (anteriormente a detentora do recorde era Taylor Swift com ‘Look What You Made Me Do’). Fluxos de vídeo não contribuem mais para os cálculos da Billboard 200, mas se esse mesmo fervor se traduzir em serviços de streaming e downloads de álbuns, então o BTS deveria estar de olho nos números da primeira semana com o Love Yourself: Answer.

A falta de competição

Toneladas de novos álbuns estavam programados para serem lançados na sexta-feira, mas com todo o respeito a Alice in Chains e Third Eye Blind, nenhum desses lançamentos vai segurar Love Yourself: Answer do ponto de vista de vendas. A única competição legítima do BTS para o primeiro lugar virá do Sweetener de Ariana Grande, que está para movimentar 200.000-225.000 unidades nesta semana. Mas mesmo com uma queda conservadora de 50% coloca o Sweetener em 100.000-110.000 unidades em sua segunda semana, enquanto o Love Yourself: Tear do BTS estreou com 135.000 unidades. Answer parece estar pronto para superar o seu antecessor, o que coloca o septeto em uma posição favorável no lançamento de seu novo álbum.

 

Fonte: Forbes
Trans eng-ptbr; fernanda azevedo @ btsbr


Publicado em 21.08.2018
Esgotado em minutos: o primeiro show do BTS em um estádio nos EUA
O show será um dos maiores da carreira do grupo

Se a popularidade global do BTS tiver um pico, eles aparentemente ainda não o alcançaram. O septeto de K-pop esgotou os ingressos para sua primeira apresentação em um estádio nos Estados Unidos – o New York’s Citi Field – em questão de minutos no dia 17 de agosto, causando a euforia de fãs sortudos que conseguiram ingressos e tristeza dos que ficaram sem.

 

Os ingressos para o show do BTs no Citi Field começaram a ser vendidos as 16h. Às 17:06, o estádio confirmou através de seu perfil no Twitter que a apresentação estava oficialmente esgotada. O hype foi suficiente para fazer a #BTSCitifield entrar no topo dos assuntos do momento no Twitter, com mais de 90 mil fãs usando a hashtag.

 

O Citi Field é a décima quinta e última parada do BTS na América do Norte com a sua turnê mundial Love Yourself. Assim como o estádio de beisebol nova-iorquino, outras apresentações esgotaram em minutos, uma prova de sua popularidade global. Mas esgotando o Citi Field, que pode acomodar cerca de 42 mil pessoas, o BTS entrou na categoria de estrelato mais alta nos Estados Unidos. O show nesse estádio os  coloca na companhia de estrelas do pop como Beyoncé e ícones do rock como Paul McCartney e Billy Joel. Muitos artistas americanos têm dificuldade em esgotar espaços tão grandes, mais ainda no primeiro dia de vendas.

 

A venda de ingressos do Citi Field é apenas o último sucesso em uma série de vitórias para o BTS. Seu álbum mais recente, Love Yourself: Tear, tornou-se o primeiro álbum de K-pop a ficar no topo da Billboard 200 em maio, e a faixa-título Fake Love se tornou o primeiro single de K-pop a entrar no top 10 da Billboard Hot 100. Seu próximo álbum, Love Yourself: Answer, chega na próxima sexta, 24 de agosto, e já quebrou recordes de pré-venda na Coreia do Sul e ficou no topo dos mais vendidos da Amazon.

 

Cada ingresso comprado online para o show do Citi Field incluiu uma cópia física de Love Yourself: Answer. Isso equivale a quase 42 mil cópias, quase ⅓ das 135 mil unidades vendidas do Love Yourself: Tear em sua primeira semana. Se a venda de ingressos e pré-venda de álbuns servirem como indicação, o BTS deve ter outro hit gigantesco em mãos na semana que vem.

 

Fonte: Forbes

Tradução eng-ptbr: maureen h. @ btsbr


Publicado em 03.08.2018
O BTS conseguirá seu segundo #1 com Love Yourself 結 ‘Answer’?
O grupo retorna às paradas com outros grandes nomes da música mundial

Faz apenas alguns meses desde que eles lançaram seu último álbum, mas o BTS nunca foi de dar um tempo entre suas campanhas promocionais. O fênomeno do K-pop anunciou no mês passado que um novo álbum entitulado Love Yourself: Answer está chegando em agosto, e no momento em que eles compartilharam as boas notícias, o grupo já estava no caminho de alcançar outro posto de liderança nos Estados Unidos.

Embora ainda existam poucos detalhes sobre o conteúdo do Love Yourself: Answer, os fãs do maior grupo de K-pop do mundo estão prontos para adquirir suas cópias, não importando se há músicas que eles já conhecem além das novas. Love Yourself: Answer ainda não tem uma faixa-título e a divulgação do projeto mal começou, mas parece que há uma boa chance dele estrear nos primeiros lugares das paradas. Analisamos aqui os fatores que sugerem que o sucesso não está tão distante para o BTS.

 

Timing

Talvez o fator mais importante que levará o BTS ao topo com o lançamento do Love Yourself: Answer seja o timing impecável do grupo. O novo álbum está previsto para o dia 24 de agosto, que até agora está vazio para outros lançamentos. Eles talvez sejam populares, mas novas gravações de grupos como Interpol, Justice, The Plain White T’s e Alice and Chains (todos programados com lançamentos no mesmo dia) não tem chance de alcançar o primeiro lugar dessa vez. Isso é uma boa notícia para o BTS, já que significa que eles não tem nenhuma competição com outras super-estrelas que talvez vendam mais, ainda que eles já tenham provado que podem vender mais de 100.000 unidades em uma semana.

 

Competição Que Talvez Não Dure

Enquanto a sexta-feira do dia 24 de agosto não tenha outros lançamentos que possam tirar o BTS do trono, o mês de agosto em si está cheio de estrelas compartilhando seus novos projetos com seus fãs. Iggy Azalea, Mac Miller, Jason Mraz, Nicki Minaj, Ariana Grande e Death Cab For Cutie estão com álbuns prontos para este mês, e pelo menos metade desses nomes citados vão provavelmente chegar ao número 1 em sua estreia. Felizmente para o BTS, é improvável que Ariana Grande ou o Death Cab For Cutie, que lançam suas gravações uma semana antes do Love Yourself: Answer, serão capazes de liderar por mais de uma semana (não há certeza absoluta de qual dos dois garantirá o primeiro lugar, embora provavelmente seja Ariana).

Se o BTS tivesse lançado seu álbum no final de junho ou início de julho, eles provavelmente teriam sido barrados pelo Scorpion, do Drake, que é atualmente o primeiro lugar por quatro semanas consecutivas, mas a mesma estabilidade não continuará em agosto.

 

Momentum

Com seu recente feito histórico com o Love Yourself: Tear ainda presente na lembrança dos fãs e milhões de outros chocados em ver um grupo de K-pop atingir o topo, o momentum do BTS talvez seja sua maior arma. As pessoas ainda estão falando daquela semana chocante para a Billboard 200, e com o interesse da mídia americana em alta, que tempo melhor para lançar um novo trabalho? Love Yourself: Answer provavelmente terá alta cobertura midiática, e o grupo poderá promovê-lo ainda mais do que outros trabalhos no país, o que aumentará suas chances de levar a coroa.

 

Fonte: Forbes
Tradução eng-pt: maureen h. @ btsbr


Publicado em 22.07.2018
[VÍDEO] 20.07.18 – BTS em números @ Forbes
Relembre a caminhada do grupo até deixar a sua marca permanente na música.

A revista Forbes divulgou um vídeo em seu Twitter com o título “BTS em números: como o grupo de k-pop deixou uma marca indelével* no cenário musical.”

*Aquilo que não se pode apagar, permanente.

cr; Forbes


Publicado em 28.03.2018
BTS na lista “30 under 30 Asia 2018” da Forbes
A Forbes é uma revista estadunidense de negócios e economia conhecida [...]

A lista “30 under 30” da Forbes lista os maiores destaques da Ásia nas áreas de economia, entretenimento, tecnologia, esportes, saúde e ciências, indústria e outras. O BTS está na área de Entretenimento. A Forbes é uma revista estadunidense de negócios e economia conhecida mundialmente.

O grupo entrou na lista por ser um grande destaque de 2017, tanto na Coreia como no mundo todo, principalmente por se destacar, quebrar recordes e atingir marcas históricas como artista coreano no mercado americano.

[TRAD] Se você perguntar à maioria dos Americanos para nomear apenas um artista Coreano do último ano, a chances serão grandes de que a resposta será BTS. A música de Bangtan Sonyeondan tomou o mundo nos últimos anos, e em 2017 foi o ano em que eles finalmente entraram no competitivo mercado dos EUA. A boyband coreana de sete membros se apresentaram no American Music Awards em Novembro, o primeiro artista de K-pop à prestar as honras. Eles também apareceram na Ellen e Jimmy Kimmel, deixando uma trilha de histeria online e clipes virais de uma devotada – e crescente- fanbase.

 

via; bts_national
cr; Forbes


Publicado em 26.11.2017
[NEWS] BTS: Em números
Dizer que 2017 tem sido um importante ano para o grupo coreano BTS seria pouco.

Dizer que 2017 tem sido um importante ano para o grupo coreano BTS seria pouco. Além de quebrar incontáveis recordes e crescer para dominar a cena de boy bands internacionais, a ascensão do grupo trouxe uma atenção considerável. BTS se apresentou no American Music Awards e fez aparições em diversos programas de auditório, incluindo “Jimmy Kimmel Live!” e “The Ellen Degeneres Show.” No fim desse mês, o septeto de k-pop também lançou um remix de sua música “MIC Drop” com o produtor de EDM Steve Aoki em uma colaboração com Desiigner, melhor conhecido por “Panda” no ano passado.

Embora tenham ganho força nos Estados Unidos nos últimos meses, a marca refletindo hip-hop do BTS ressoou com fãs ao redor do mundo desde que o seu primeiro álbum “2 Cool 4 Skool” foi lançado em 2013. Uma fanbase extremamente dedicada conhecida como ARMY, ou Adorable Representative M.C for Youth, ajudou a impulsionar a carreira da banda por meio de campanhas nas mídias sociais e outros eventos coordenados, pretendendo chamar a atenção para os artistas e sua música, algo que se conecta com a experiência dos millennials* e aborda problemas sociais e a natureza humana de uma maneira que raramente é vista na indústria musical coreana.

Com todos os olhos virados para eles graças à sua performance nos AMAs, aqui está um olhar sobre alguns números (coletados no dia 16 de novembro) que compõem a carreira do BTS até o momento.

1: Posicionados nas paradas da Billboard Social 50 por 48 semanas. BTS levou para casa o prêmio de Top Social Artist no Billboard Music Awards de maio.

2: O capítulo de “Demian”, de Hermann Hesse que é citado no clipe de “Blood, Sweat & Tears.” A imagética filosófica de BTS relacionada a suas músicas e álbuns fazem frequentes alusões a fontes exteriores.

3: Posição na fila que Jin, “o terceiro integrante da esquerda” estava ocupando quando sua aparência viralizou nos BBMAs.

4: Número de álbuns de estúdio que o grupo lançou na Coreia e no Japão em 2013. Eles também lançaram diversos EPs, singles, e álbuns extendidos.

  1. Posição no ranking de Power Celebrity da Forbes de 2017.

7:   Posição no top 10 da Billboard 200 que “Love Yourself: Her” ocupou em setembro, se tornando o álbum coreano com maior posição da história nos Estados Unidos.

16.5: Bilhões em won (por volta de 15 milhões de dólares) que a gravadora de BTS, Big Hit Entertainment, recebeu em investimentos desde 2012, de acordo com The Korea Herald.

67: Posição mais alta alcançada por “DNA” na Billboard Hot 100, se tornando a música de um grupo coreano com ranking mais alto nas paradas estadunidenses.

73: Número de países nos quais “Love Yourself: Her” apareceu em primeiro lugar nas paradas musicais do iTunes desde o seu lançamento.

269: Total combinado de créditos que os integrantes do BTS registraram na Korea Music Copyright Association (KOMCA). Com 86, RM (antes conhecido como Rap Monster) segue com o maior número de créditos de composição musical entre os sete integrantes do grupo.

1,793: Dias necessários para BTS ganhar 10 milhões de seguidores na sua conta oficial no Twitter (@BTS_twt), a primeira conta coreana a atingir esse número. Eles postaram seu primeiro tweet no dia 17 de dezembro de 2012.

2010:  Quando o nome do grupo, “방탄소년단” em coreano ou “Bulletproof Boy Scouts” em inglês, foi usado pela primeira vez em relação à participação de RM em uma música com antigos companheiros de gravadora, 2AM.

60,000: Número de fãs que compareceram à parcela estadunidense de sua BTS Live Trilogy Episode III: The Wings Tour, em 2017. Mais de 430,000 pessoas compareceram globalmente.

1,376,915: Número de inscritos no canal no Youtube do BTS, BANGTANTV. O grupo postou mais de 770 vídeos na história do canal. A conta da sua empresa de entretenimento, ibighit, pela qual vídeos adicionais são compartilhados, tinham 6,850,330.

500,000,000: Quantidade de won (aproximadamente 452,000 dólares) que BTS e sua empresa Big Hit Entertainment doarão para a UNICEF em sua campanha End Violence como parte do projeto colaborativo Love Myself do grupo com a organização.  

2,191,316,417: Número de views nos clipes coreanos do BTS para músicas originais, incluindo versões de coreografia, no Youtube.

 

[*] Millennials, também conhecidos como geração Y, são aqueles nascidos entre 1979 e 1995, conhecidos por serem a geração da internet.

 

Fonte: Forbes
Trans eng-ptbr; gabriela @ btsbr


Publicado em 09.11.2017
[ENTREVISTA] BTS fala sobre conquistar a América como nenhum outro artista de K-pop fez na história dos EUA
RM fala sobre o reconhecimento nos EUA e como se sente com as conquistas.

Após anos mantendo sua posição como um dos maiores nomes do K-pop no mundo, o grupo vocal BTS finalmente entrou no top 10 da parada Billboard 200, que abriga todos os gêneros musicais, com o seu novo mini-álbum Love Yourself: Her, se tornando o primeiro grupo do seu estilo musical a fazê-lo. Além de começar a sua última coleção pelo número 7, a faixa-título do mini-álbum também entrou para a Hot 100, fazendo do grupo um dos poucos artistas de K-pop na história a encontrar o seu lugar nessa importante parada.

O BTS foi capaz de atingir o que atingiu graças ao apoio e dedicação de uma fan-base gigantesca, que lançou uma campanha promocional intensa e bem-executada nas redes sociais, e agora que a sa carreira está tomando novas alturas, será interessante observar o que farão para capitalizar a recém-descoberta fama nos Estados Unidos.

Pouco depois do feito do grupo nas paradas, eu falei com o membro do BTS, RM sobre o que significa liderar a mudança para um gênero que vem aos poucos crescendo em popularidade nos Estados Unidos, apesar das barreiras linguísticas.

Hugh McIntyre: Qual é a sensação de ser o primeiro artista de K-pop a chegar ao top 10 da Billboard 200 nos Estados Unidos?

RM: Parece que estamos sonhando. O top 10 da Billboard 200 não era algo que poderíamos conquistar. Eu nasci para isso. Sinto que somos tão sortudos e estamos tão agradecidos pelos nossos fãs.

McIntyre: Ao longo da sua carreira, os álbuns foram indo cada vez melhor à medida que foram lançados. Você teve alguma inclinação a achar que este chegaria perto do top 10 ou foi totalmente inesperado?

RM: Foi totalmente inesperado. Quer dizer, nós esperamos algo… Estamos recebendo atenção nos Estados Unidos mas pensamos, “será que conseguimos chegar ao top 10?” Às vezes imaginamos isso, mas nunca pensamos que realmente poderíamos conseguir. Nós queríamos muito, mas não planejamos realmente chegar lá. Então ainda nos sentimentos com sorte.

McIntyre: Conquistar as paradas americanas era um objetivos de vocês ou foi apenas um incidente feliz que aconteceu graças ao novo álbum?

RM: Eu acho que estamos recebendo certa atenção e ganhando alguns fãs nos Estados Unidos. Está acontecendo gradualmente, de forma bem lenta, então acho que podemos esperar por mais no futuro. Temos que continuar trabalhando.

 

Fonte; Forbes
Trans eng-ptbr; nalu @ btsbr


Publicado em 03.11.2017
[NEWS] Superstars em ascensão do K-Pop, BTS, vai se apresentar no AMAs
BTS se junta à Christina Aguilera, Selena Gomez e Diana Ross como [...]

O grupo BTS, na conferência de imprensa durante o Billboard Music Awards de 2017

A boyband sul-coreana, BTS, entra na lineup do American Music Awards deste ano, em que eles vão apresentar sua primeira performance do hit e single “DNA” no ocidente, no dia 19 de novembro.

O AMAs revelou a notícia pelas suas redes sociais hoje, desencadeando um frenesi entre as fanbases dedicadas ao grupo, coletivamente conhecidas como ARMY. O anúncio veio depois de meses de intenso interesse no BTS, o único grupo coreano a entrar no Top 10 do chart de álbuns da Billboard 200.

“É uma grande honra para o BTS e para a Big Hit Entertainment, sermos convidados para o American Music Awards como um das atrações,” disse um representante da agência. “Nossos parceiros nos EUA têm nos ajudado muito a construir nosso caminho em todas as formas possíveis, e juntos, estamos fazendo história. Nós também estamos animados em mostrar aos nossos fãs, ARMY, a primeira apresentação de ‘DNA’ ao vivo na TV americana.”

“DNA” é o single principal do novo álbum da banda, que está no topo das paradas, Love Yourself: Her. A expressiva faixa de electro-pop alcançou a 67º posição no chart da Billboard Hot 100 em setembro, lançado apenas alguns meses após a atenção conseguida pelo BTS no Billboard Music Awards em maio, quando eles levaram para casa o prêmio de Top Social Artist.

Impulsionado pelo apoio de seu fandom imensamente dedicado, ARMY, uma fanbase que prospera nas mídias sociais e se encontra na luta que os jovens hoje enfrentam diariamente representada através das músicas do BTS, o septeto alcançou níveis históricos nos charts americanos e percebeu o grande interesse do público ocidental. O AMAs, que acontecerá no dia 19 de novembro, no Microsoft Theater em Los Angeles, marca a segunda aparição do grupo em uma premiação americana apenas este ano.

Mesmo que um grupo coreano pareça uma estranha combinação para o AMAs, BTS representa o rosto cada vez mais internacionalizado da indústria musical americana.

Mantendo o hype do momento em que sua popularidade está no topo, o grupo já trabalhou com The Chainsmokers e possivelmente com Steve Aoki, e artistas, incluindo Charli XCX e Desiigner mencionaram potenciais projetos com o grupo.

BTS se junta à Christina Aguilera, Selena Gomez e Diana Ross como as apresentações do AMAs deste ano.

 

Fonte: Forbes
Tradução pt-br: Vics @ BTSBR