» Time | Bangtan Brasil
btsbr.co.vu/archive & btsbr.wordpress.com
SITE: Bangtan Brasil - Fã Base
VERSÃO: 1.3 - WINGS BLUE
DESDE: 29.03.2013
VISITAS: ARMYs
Bulletproof Boy Scouts (em coreano: 방탄소년단) é um grupo masculino sul coreano de hip-hop formado pela Big Hit Entertainment. Geralmente conhecidos como BTS, são também chamados de Bangtan ou Bangtan Boys. Eles estrearam em 13 de junho de 2013 com sua.. LEIA MAIS
SEJA BEM VINDO AO BANGTAN BRASIL, A PRIMEIRA E MAIOR FÃ BASE BRASILEIRA DO BTS. FEITA DE FÃ PARA FÃ!

Tag: Time

Publicado em 10.08.2018
BTS faz história com anúncio do primeiro show em estádio nos Estados Unidos
O estádio 'City Field' do time de Baseball New York Mets recebe grupo coreano

A boyband coreana BTS fará história ao se tornar o primeiro artista coreano a apresentar um show em estádio nos Estados Unidos.

O grupo de K-pop anunciou que seu primeiro show em estádio nos Estados Unidos será no dia 6 de outubro, em Nova York, no estádio Citi Field, o lar do time de baseball New York Mets, segundo a Billboard.

O show é a última parada da turnê mundial Love Yourself na América do Norte. O BTS já esgotou mais de uma dúzia de shows nos Estados Unidos e Canadá.

O estádio Citi Field tem capacidade para 40 mil pessoas e o show será o maior já apresentado por um artista coreano nos Estados Unidos, de acordo com a Billboard.

Não é a primeira vez que a loucamente popular boyband faz história. Em maio, o BTS se tornou o primeiro grupo de K-pop ao chegar ao topo das paradas de álbum dos Estados Unidos com Love Yourself, vendendo mais de 135 mil cópias na sua semana de estreia. O grupo se tornou uma sensação global e conquistou uma gigantesca fanbase no Japão, China, Sudeste Asiático e partes da América Latina.

Em abril, o BTS venceu a votação popular da 2018 TIME 100 e foi nomeado uma das 25 pessoas mais influentes na internet em 2017 e 2018.

O septeto inspirado pelo hip-hop — composto por Jin, SUGA, J-Hope, RM, Jimin, V e JungKook — é conhecido pelos seus sucessos “Blood, Sweat & Tears” e “Dope”.

Ingressos para o show no estádio em Nova York começam a ser vendidos no dia 17 de agosto.

Fonte: TIME
Trans ko-ptbr; nalu @ btsbr


Publicado em 11.07.2018
Comerciais do BTS serão transmitidos em montanha chinesa sagrada
Grupo participa da troca de divulgação entre Coreia do Sul e Monte Taishan.

 

Uma montanha sagrada na China, onde o antigo filósofo Confúcio cunhou o provérbio “o mundo é pequeno” vai receber uma transformação de K-Pop.

Os visitantes do Monte Taishan, local de patrimônio mundial da UNESCO, conhecido pelos seus templos taoístas, podem, logo, deparar-se com propagandas sul-coreanas para visitar Seul, apresentando o popular grupo BTS. A publicidade para a capital vai ser exibida de julho a dezembro, segundo Newsis.

O acordo foi alcançado entre a cidade de Sul e o Comitê de Administração da Área Cênica de Taishan em 29 de junho. Vídeos com o BTS vão ser transmitidos nas entradas da montanha e nas bilheterias, de acordo com as notícias.

A série de vídeos “BTS Life in Seoul” foi lançada em 2017 e produzida pelo fotógrafo americano Steve McCurry, cuja foto mais famosa é da da “Garota Afegã”, uma mulher com olhos verdes penetrantes incluída na capa da edição de junho de 1985 da National Geographic.

Cerca de 8 milhões de turistas visitam Taishan anualmente, a maioria da China, e as propagandas vão ser reproduzidas por 10 telas no parque 57 vezes por dia.

Uma troca de divulgação é parte da negociação, e as propagandas para Taishan vão ser exibidas na Coreia do Sul, inclusive em estações-chave de metrô e na prefeitura.

Kim Tae-myung, diretor da divisão de negócios de turismo de Seul, disse que os vídeos publicitários chamariam a atenção de turistas subindo o monte.

“Vamos tentar conseguir visitantes de toda a China para Seul”, Kim comentou.

BTS, também conhecidos como Bangtan Sonyeondan, é uma boy band premiada de sete membros, recentemente, nomeada pela TIME como uma das 25 pessoas mais influenciadoras na internet. Os fãs de BTS, conhecidos como ARMY, ajudaram a expandir sua popularidade online, de acordo com a Teen Vogue.

 

 

Fonte: UPI
Trans: eng-ptbr; clau @ btsbr


Publicado em 02.07.2018
As 25 pessoas mais influentes da internet
O BTS possui grande impacto global nas mídias sociais e habilidade em gerar [...]

Para a quarta rodada anual da lista de pessoas mais influentes na internet, o TIME avaliou os concorrentes através de seu impacto global nas mídias sociais e pela sua habilidade geral de gerar notícias. Aqui estão os que entraram na lista deste ano.

BTS

O BTS é citado como uma das celebridades mais influentes da internet pelo site “Time”

Quase meia década desde que fizeram o debut como grupo, o BTS continua ganhando impulso global. Ele já quebraram pelo menos um dos próprios recordes nos Estados Unidos, lançando o álbum de K-pop mais bem colocado na história dos charts (Love Yourself: Tear que estreou no no topo da Billboard 200). Mas a real máquina por trás do sucesso do Bangtan são seus fãs apaixonados, que se chamam de “ARMYs” e consomem qualquer coisa relacionada ao grupo, de tweets a vídeos. Por exemplo, as visualizações do Youtube de “Fake Love” quase ultrapassaram os maiores recordes de todos os tempos, da Taylor Swift e do Psy. O grupo chegou a marca de mais de 89 semanas no topo do chart Social 50 da Billboard, superando Justin Bieber, e recentemente ganhou o prêmio de Top Social Artist na Billboard pelo segundo ano consecutivo. A constante aparição dos meninos em mídias sociais reforça ainda mais o grupo, que conta com pelo menos 50 milhões de seguidores nas plataformas de mídia social em inglês.

 

As partes que não se referiam ao Bangtan foram omitidas. Você pode conferir o post completo em inglês aqui: [http://time.com/5324130/most-influential-internet/]

 

Fonte: Time
Trans eng-ptbr; natália feitosa @ btsbr


Publicado em 03.06.2018
[NEWS] Tyra Banks tira foto inesquecível com o BTS no Billboard Music Awards
Banks, aproveitou a premiação, curtiu com o septeto e compartilhou seu [...]

A criadora do “America’s Next Top Model”, Tyra Banks, é famosa por seu smize [sorrir com os olhos]. Mas foi no domingo do dia 20 de maio, durante o Billboard Music Awards, que Tyra conheceu um grupo de estrelas que a fez questionar a supremacia de sua expressão facial favorita.

“Conhecer o BTS é… Melhor que sorrir com os olhos,” escreveu ela na legenda do vídeo que postou em suas redes sociais. No vídeo, o grupo mais famoso de k-pop do mundo se juntou à Tyra e fez poses para as câmeras cheios de personalidade. Claramente, eles não são estranhos às poses nas frente das câmeras.

Na noite de domingo, o popular septeto – que é conhecido por vocais, rap e dança, além de claro estar a altura de posar ao lado de Tyra Banks – levou para a casa o prêmio Top Social Artist (pelo segundo ano consecutivo). Também levaram para o palco a apresentação de seu mais novo single, “Fake Love”, fazendo história como os primeiros artistas coreanos a se apresentarem no palco do Billboard Music Awards. Durante a cerimônia, os fãs do BTS presentes na platéia e também nas redes sociais foram a loucura com o grupo, chamados de ARMY, são eles que permitiram ao septeto o status de super estrelas globais.

Enquanto isso, Banks, aproveitou a premiação, curtiu com o septeto e também foi às redes sociais e compartilhou seu orgulho ao ver o BTS receber toda atenção, que segundo a própria supermodel, é muito merecida.

 

Fonte: TIME
Trans eng-ptbr; Bia Rehm @ BTSBR


Publicado em 06.03.2018
[ENTREVISTA] J-Hope tem sua própria história para contar em nova mixtape solo
Permitam à J-Hope se apresentar – e nos dar as boas-vindas à Hope [...]

Permitam à J-Hope se apresentar – e nos dar as boas-vindas à Hope World, a primeira mixtape solo do superstar do K-pop. J-Hope, 24, nascido Jung Hoseok, é um dos sete membros do BTS, umas das boy bands mais populares do mundo. Mas o lançamento de seu projeto independente não conjura nenhum fim ao reinado do BTS. Na verdade, ele é o terceiro membro do grupo a disponibilizar uma mixtape individual, dando ao seu exército global de fãs um gostinho da sua própria visão artística – sem fraturar o grupo.

“O grupo sempre vem primeiro, então eu foquei nos nossos projetos como BTS e tentei conseguir tempo no quarto de hotel, no avião, e qualquer lugar onde eu pudesse achar uns minutinhos,” ele diz, sobre o processo de 2 anos desenvolvendo a Hope World, que ele considera “meu cartão de visita para o mundo”.

Mais conhecido no BTS pelo seu rap e seu passado como competidor de street dance, a jovem estrela foi descoberta pelo fundador e CEO da BigHit Entertainment, Bang Sihyuk, graças aos seus movimentos precisos. Em Hope World ele tem a oportunidade de trabalhar sua própria voz, montando um set de canções que os fãs de rap e pop podem apreciar mesmo sem falar uma palavra em coreano. A mixtape começa com uma aventura inspirada por Júlio Verne, e então adentra suas reflexões pessoais sobre a fama e o sucesso, hinos pela positividade e músicas de festa, todas dispostas sobre uma mistura instantaneamente grudenta de batidas trap, dance e tropical. Aqui, J-Hope compartilha, exclusivamente com a TIME, as histórias por trás dessa coleção de faixas solo, das quais a mensagem – apesar da diferença de idioma – certamente não se perde na tradução.

 

TIME: Por que você quis lançar uma mixtape? O que diferencia ela da música do BTS?

J-Hope: Meu sonho sempre foi fazer um MV e performar uma música que eu tivesse criado. Eu também queria colocar a minha própria história na música e dividir ela com o mundo. O RM e o SUGA terem lançado suas próprias mixtapes foi a motivação para o meu próprio projeto. Eu fui e continuo a ser profundamente influenciado por eles, do dia em que nós começamos até onde estamos hoje, e eu sempre achei maravilhoso que eles estivessem contando suas próprias histórias pessoais e fazendo música no estilo deles mesmos. Eu comecei primeiro dançando, mas senti que também podia contar minha história através da música.

 

TIME: Há elementos de trap, EDM, batidas caribenhas e funk-soul futurista, misturadas pela sua mixtape. Mas mais do que isso, você está claramente se jogando em todas as formas de rap. Que artistas e sons te inspiraram mais?

J-Hope: Eu na verdade não me preocupo com pensamentos do tipo “Vou fazer esse tipo de rap nesse tipo de gênero” enquanto eu trabalho. Fui com o que me agradava mais e peguei minhas beats disso também, o que me instigava, o que tinha um sentimento bom. O jeito que eu trabalho é bem… Com o fluxo que dá na hora, e eu escrevo o rap e a música conforme sinto eles vindo. Para essa mixtape, eu tirei inspiração de artistas como KYLE e Aminé. Também tenho que mencionar a forte influência do Joey Bada$$. Todos esses são artistas que eu respeito muito, e eu adoraria fazer projetos com eles, no futuro.

 

TIME: A primeira música, Hope World, abre com um som de ‘splash’ na água, e a letra menciona estar debaixo do mar. [Nessa música,] Em qual jornada você está?

J-Hope: Eu me lembro de ser cativado por 20 Mil Léguas Submarinas, do Júlio Verne, quando eu a li, enquanto criança. Acho que eu me levei de volta àquele lugar, para novas inspirações, e trouxe de volta parte da história como um motivo para começar a escrever Hope World. É uma introdução para as pessoas que são completamente novas à mim, comigo como o Capitão Nemo, mostrando o lugar para você conforme o submarino do livro viaja ao redor dos oceanos do mundo. Eu sei que isso soa bem clichê, mas eu te convido a ser o professor Aronnax enquanto você escuta essa música e faz uma viagem pelo meu mundo [risos].

 

TIME: O que significa ser um “Pedaço de Paz”, em inglês, “Piece of Peace”, que é o título de uma das músicas?

J-hope: Eu pensei que seria muito significativo se eu pudesse me tornar, como o meu nome diz, esperança para alguém no mundo – nem tanto uma paz grandiosa, mas apenas um pequeno fragmento dela. Primeiramente eu comecei pensando, “Seria fantástico me tornar parte da paz pessoal de alguém por meio da minha música,” e enquanto eu trabalhava nas batidas, pensei no tipo de mensagem que eu posso mandar para a minha própria geração, que vive com suas preocupações e problemas. Eu queria falar sobre paz mesmo sabendo que é um tópico pesado, e eu adicionei “pt. 1” ao título porque quero continuar falando sobre isso.

 

TIME: As vozes dos outros membros do BTS aparecem em Airplane. Eles contribuíram de outras formas, também?

J-Hope: Foi tão especial. Eu senti que os vocais em grupo para “Airplane”, vindo de todos os membros do BTS, que estiveram juntos durante essa jornada, criaria uma música ainda mais genuína. Primeiramente, eu pedi ao nosso membro e meu amigo, RM, para fazer o gancho da música. Ele aceitou e trabalhou muito duro para fazer a gravação, mas nós continuamos conversando e chegamos num acordo de que construir o gancho só com a minha voz e terminar a  música com ele, criaria um impacto emocional mais profundo. Eu também percebi isso, então, infelizmente, a voz do nosso líder teve que ficar para trás, na sala de edição. Quero usar essa chance para agradecer mais uma vez ao RM e todos os membros. Tenho os vocais em coro e o rap do RM no meu celular, e mal posso esperar por uma chance de colocar isso nas redes e dividir com todo mundo!

 

TIME: Também em “Airplane”, perto do final você beija o ombro para os haters: “Nem ligo, Só estou feliz/ Eu cheguei aqui”. Você sente que chegou onde queria chegar como um artista, agora?

J-Hope: Eu sinto que “chegar em algum lugar”, como você diz, significa coisas diferentes para pessoas diferentes. Eu estava sentado em um avião quando escrevi esses versos, em nada menos que um assento da primeira classe, e despertou em mim a percepção que eu estava em um avião, no assento, vivendo a vida gloriosa com que eu apenas sonhava quando era novo e, de algum jeito, agora tinha me acostumado. Mas no passado e agora, eu continuo a mesma pessoa, o mesmo J-Hope. Meus pensamentos sobre a vida não mudaram muito. Mas o meu mundo passou por mudanças incríveis. Acho que foi aquela experiência de estar com meus fãs ao redor do mundo e voltar a pisar em solo coreano que me fez perceber, “Cara, acho que eu cheguei lá…”Para mim, a alegria que eu tenho agora e o amor extraordinário que estou recebendo, é como eu defino meu sucesso.

 

TIME: “Base Line” é uma faixa intensa de rap na qual vemos você se mostrando, isso por cima de sons arranha-disco. O que essa música significa para você? Qual é a sua “linha de base”?

J-Hope: Para ser sincero, eu não esperava muito dessa faixa. Eu estava pensando nela em termos de um interlúdio entre músicas, e acho que eu estava o mais relaxado que eu podia estar, escrevendo essa música, mas daí eu ouvi a faixa mixada e masterizada, e ela me deixou no chão. Pode não ser tudo isso para outras pessoas [risos]. Eu só queria contar a história de como eu comecei, a “linha de base” da minha vida. As pessoas não sabem muito sobre como eu entrei na música. A base que está por trás da minha vida, hoje em dia, é minha profunda gratidão pela minha vida e pelo meu trabalho. Você também pode ver isso nas letras. Tudo que eu sou vem dessa profunda gratidão que eu sinto.

 

TIME: “Daydream” parece uma música particularmente pessoal – mas também é uma batida divertida para se dançar junto. Que história ela conta?

J-Hope: As pessoas me conhecem, e eu sei que sou uma pessoa pública. Eu queria mostrar que por trás dessa figura pública, há um cara comum chamado Jung Hoseok. Quis usar isso como um canal para falar dos desejos e anseios que todas as pessoas do mundo têm, mas que eu tenho que segurar e encobrir, devido a ter escolhido essa linha de trabalho. Daydreaming é, claro, sonhar enquanto acordado sobre coisas fora do nosso alcance. Mas mesmo se esses sonhos nunca forem se tornar realidade, alinhar esses sonhos na minha cabeça ainda me conforta. Achei que expressar esse tópico do jeito errado, poderia torná-lo muito pesado, então eu quis colocar alguma coisa agitada e divertida.

 

TIME: Você agora é o terceiro membro do BTS a lançar uma mixtape, depois do RM e do SUGA. Quem será o próximo?

J-Hope: Primeiramente, é uma honra enorme ter a oportunidade de fazer essa mixtape. Todos os nossos membros têm interesse em trabalho criativo e possuem a mais profunda paixão por música, então eu não ficaria surpreso de ver uma mixtape vinda de qualquer um deles. Nesse momento, estamos todos focados no novo álbum do BTS. Estamos sempre trabalhando e criando coisas novas, e eu espero que vocês possam continuar a nos mostrar o seu amor e continuar com a gente nessa nossa jornada emocionante.

Fonte: TIME
Trans eng-ptbr; VenomQ @ btsbr


Publicado em 14.02.2018
[VÍDEO] 13.02.18 – BTS é mencionado em jornal da KBS
O grupo foi mencionado por sua aparição na lista “Grupo de K-Pop que você [...]

O BTS foi mencionado no jornal “생방송 아침이 좋다” da KBS por sua aparição na lista “Grupo de K-Pop que você deve saber sobre” da revista Time.

via; bts_national


Publicado em 06.07.2017
[NEWS] Grupo sensação do K-pop, BTS, anuncia novo nome em inglês
BTS anuncia novo acrônimo e logo ao grupo!

O BTS é a boy band do K-pop que está lentamente conquistando o mundo, graças a imensa popularidade dos sete membros no Twitter e o recente reconhecimento em forma de um Billboard Music Award e aparição na lista das 25 Pessoas Mais Influentes da Internet da TIME. Então talvez faça sentido que a sensação global esteja cautelosamente dando mais atenção e se aproximando de audiências que falam inglês, a última barreira antes do sucesso grandioso, dessa vez mudando o nome do grupo.

Oficialmente “Bangtan Sonyeondan” – que pode ser traduzido livremente para “garotos à prova de balas” -, o grupo anunciou a mudança do nome para “Beyond the Scene”, ou “Além da Cena” em português, que funciona como uma versão diferente do acrônimo “BTS”. Seu nome em coreano continuará o mesmo, no entanto o nome em inglês tomará um significado totalmente diferente. A nova marca foi revelada em um vídeo que também mostrou seu novo logo.

As reações dos fãs diferem entre confusão e apoio, mas se o passado for tomado como exemplo, isso só trará uma nova audiência para os meninos.

“Fazemos turnês ao redor do mundo, mas os shows nos Estados Unidos realmente abriram nossos olhos para muitas coisas novas no país,” o líder de fato, Rap Monster, disse à TIME recentemente. “E quando ganhamos o Billboard Music Award, ficamos tão honrados e pudemos conhecer tantos artistas que amamos e admiramos que mal conseguimos esperar para voltar aos Estados Unidos.” Parece que esse ajuste foi mais um passo em direção ao sucesso global.

“Quando fui dormir, BTS era “garotos à prova de balas”, mas quando acordei eles eram “além da cena”, o que aconteceu?”

“O nome em coreano continuará o mesmo, no entanto [a tradução do acrônimo] não é mais “garotos à prova de balas” e sim “além da cena”.”

https://twitter.com/minyoongi110/status/882637230619017220

“Toda vez que vejo o logo fico nervosa e animada.”

 

Fonte; TIME
Trans eng-ptbr; nalu @ btsbr


Publicado em 03.07.2017
[NEWS] Revista TIME escolhe BTS como uma das 25 personalidades mais influentes na internet
BTS na lista de mais influentes da internet junto de Katy Perry, Kim [...]

BTS conquistou um lugar na lista da TIME das “25 personalidades mais influentes na internet”! O grupo está na lista junto de celebridades como Presidente Donald Trump, Chrissy Teigen, Katy Perry e Kim Kardashian.

 

Sobre o grupo coreano, a revista TIME afirmou: “Superar Justin Bieber e Selena Gomez, batendo a marca de 27 semanas consecutivas no topo do ranking de “Social 50″ da Billboard, que acompanha a popularidade de artistas em diferentes plataformas, é considerado um feito impressionante, independentemente de quem seja.”

Parabéns BTS!

 

Fonte; allkpop
trans eng-ptbr; fer @ btsbr


Publicado em 01.07.2017
[ENTREVISTA] Rap Monster fala sobre fãs, fama e popularidade viral
A boy band de sete membros é conhecida por seu pop-rap contagiante e muito mais.

O BTS é provavelmente o maior artista que você nunca ouviu falar – a não ser que você já seja um dos milhões que fazem parte da fanbase do grupo pop coreano. A boy band de sete membros, Bangtan Sonyeondan (ou BTS, para encurtar), é conhecida por seu pop-rap contagiante, vídeo-clipes afiados e presença espontânea nas redes sociais. Eles recentemente alavancaram sua popularidade para sua turnê de estádio de sucesso e o prêmio da Billboard de Top Social Artist, bem como com a captura de um lugar na lista das 25 Pessoas Mais Influentes da Internet, pela TIME.

Não é difícil de ver o por quê:  um vídeo ao vivo de dois membros aplicando máscaras faciais acumulou meio milhão de espectadores. Suas selfies no backstage conquistam meio milhão de curtidas regularmente. A aparição em tapete vermelho pode começar uma tendência no Twitter. Mas como eles chegaram até aqui?

“Somos apenas um grupo de garotos comuns, de criações humildes, que tinham muita paixão e o sonho de ser famosos,” diz o cantor e compositor Kim Nam-joon, que atende pelo nome de Rap Monster e, como o único membro que fala inglês, frequentemente representa o BTS em entrevistas. Atualmente em turnê pelo Japão, Rap Monster tirou um tempo para explicar a ascensão do BTS e como o grupo alimenta a sua fanbase faminta.

 

TIME: Como o grupo BTS se formou?

Rap Monster: Em 2010, eu fui apresentado ao Sr. Bang [Bang Si Hyuk], nosso produtor executivo [e CEO da BigHit Entertainment]. Eu era rapper underground e tinha apenas 16 anos, calouro no ensino médio. Bang achou que eu tinha potencial como rapper e letrista, e começamos daí. Então, SUGA se juntou a nós. [O terceiro membro] J-Hope era um dançarino muito popular em sua cidade natal. Nós fomos os três primeiros! Fizemos nosso debut com a colaboração de todos nós sete em junho de 2013. Nos juntamos com o sonho comum de escrever, dançar e produzir músicas que reflitam nosso passado musical e nossos valores pessoais de aceitação, vulnerabilidade e ser bem-sucedido. Nós sete incentivamos uns aos outros para sermos os melhores que conseguimos ser nos últimos quatro anos. Isso nos fez tão próximos quanto irmãos. O BTS como um grupo decolou com o sucesso do nosso álbum de 2015, que continha a música hit “I NEED U”.

 

Quando vocês se deram conta pela primeira vez que estavam formando um fandom global?

Não notamos que estávamos nos tornando famosos até sermos convidados para KCONs [festival de K-pop] nos Estados Unidos e na Europa em 2014 ou 2015. Milhares de fãs chamavam nossos nomes nos locais, e quase todos tinham as letras em coreano de nossas músicas memorizadas, o que foi incrível e estarrecedor. Quem imaginaria que pessoas do outro lado do oceano, na Europa, Estados Unidos, América do Sul, até mesmo no Tahiti, amariam nossas canções e performances só por assisti-las no Youtube? Nós ficamos muito agradecidos… e ainda estamos.

 

O BTS tem milhões de seguidores em todas as plataformas de mídia sociais. Como vocês interagem com seus fãs online? Que tipo de conexões estão construindo?

Nós interagimos através de mensagens no Twitter, com selfies e compartilhando recomendações de músicas e moda de rua, etc., principalmente. É sobre o nosso dia a dia como uma banda em turnê – e também um grupo de amigos bobos que fazem graça uns dos outros no backstage. Nós não conseguimos responder os fãs regularmente porque são muitos deles. Mas tentamos ler todas as reações e respostas. É sempre interessante e inspirador para nós ver o que eles criam para nós.


Por que vocês acham que foram capazes de construir uma fanbase online tão enorme? Como aconteceu?

Todo mundo nos pergunta isso. É um esforço conjunto tomado do que acontece conosco em nosso dia a dia. Não é fácil administrar um perfil numa rede social por um período tão longo, mas amamos nos comunicar com nossos fãs todos os dias e noites. Por exemplo, eu uso a hashtag #RMusic para apresentar ou recomendar músicas que gosto, e venho fazendo isso há muito tempo. Eu amo música e gosto verdadeiramente de dividir isso com nossos fãs. Música transcende linguagem. O BTS se comunica com nossos fãs ao nos mantermos verdadeiros e acreditando na música todos os dias.


Como esse fandom gigante impacta a maneira como vocês abordam música e sobre o que vocês cantam?

Os fãs do BTS – os “ARMY” – nos contam sobre seus sentimentos, falhas, paixões e lutas o tempo inteiro. Somos frequentemente inspirados por eles, porque tentamos escrever como pessoas jovens reais – como nós sete – enfrentam problemas da vida real. A grande parte das nossas músicas são sobre como percebemos o mundo e como tentamos persistir como humanos comuns e normais. Então, nossos fãs nos inspiram e nos dão a direção a seguir enquanto músicos. E, claro, seu amor e apoio nos fazem continuar.


Como o BTS se diferencia de outros grandes grupos de K-pop? É a sua música, seu engajamento com os fãs, ou outra coisa?

Não posso falar por outros artistas; cada grupo possui uma abordagem diferente. Para nós, sempre será importante continuar trabalhando duro, dançando melhor, escrevendo músicas melhores, fazendo turnês e sendo bons exemplos. Muitas pessoas dizem isso, mas é verdade para nós: estamos vivendo um sonho, nós sete, ao sermos capazes de correr atrás do que amamos. Nos esforçamos para colocar tudo em nossas músicas. Nossas letras lidam com problemas reais que todos os humanos enfrentam: escolhas de vida, depressão, auto-estima. E os fãs sabem que estamos lá por eles, assim como eles estão por nós.

 

O que vem em seguida? Para o que vocês estão mais animados?

Bom, definitivamente continuamos a ter grandes sonhos. Fazemos turnês ao redor do mundo, mas os shows nos Estados Unidos abriram nossos olhos para muitas coisas novas. E quando ganhamos o Billboard Music Award, estávamos tão honrados e conhecemos tantos artistas que amamos e admiramos que mal podemos esperar para voltar aos Estados Unidos.


Fonte; TIME
Trans eng-ptbr; nalu @ btsbr