📝 BTS dá adeus ao passado e almeja novos horizontes com ‘Map of the Soul: Persona’

Anúncio

📝 BTS dá adeus ao passado e almeja novos horizontes com ‘Map of the Soul: Persona’

Um dos aspectos menos explorados, porém cruciais, sobre ser um ARMY é a conectiva, e sempre em expansão, discografia do grupo coreano. Com o lançamento de Map of the Soul: Persona, o grupo prova que eles não se esqueceram de quem eram no início, mesmo com o objetivo de serem hoje versões maiores e melhores de si mesmos.

Desde o lançamento do comeback trailer que introduziu a faixa “Intro: Persona” do novo mini álbum do grupo, os fãs instantaneamente reconheceram algo familiar: a similaridade sonora com “Intro: Skool Luv Affair”, música de cinco anos atrás que abria o também mini álbum Skool Luv Affair, de fevereiro de 2014. O novo single “Boy With Luv” dá continuidade ao tema, oferecendo uma resposta amadurecida ao primeiro single do mini álbum de 2014, “Boy in Luv”, ao mesmo tempo que faz referência às canções e álbuns do passado que usavam a palavra “luv” em seus títulos.

Em 2014, o BTS declarou suas emoções e demonstrou disposição para mergulhar de cabeça no amor enquanto explorava as dificuldades de sentimentos não-correspondidos. Agora, os integrantes têm um ponto de vista mais amplo. “Intro: Persona” vê o líder do BTS, RM, explorando sua identidade e emoções mais profundas (como os aspectos mais sombrios de sua personalidade, como sua tendência a se destacar), enquanto “Boy With Luv” exibe o grupo finalmente nadando em amor próprio e descobrindo inspiração dentro de si mesmos. Agora, o BTS é capaz de compartilhar e expressar isso de forma saudável com alguém especial – podendo esta ser mensagem a um amor ou aos fãs de quem se aproximam à medida que seu foco se torna mais brilhante.

aesthetic, jin, and rm image

Enquanto isso, a faixa “Jamais Vu”, interpretada pelo trio Jin, J-Hope e JungKook, detalha o fenômeno de fazer algo familiar que de repente parece estranho – basicamente, o oposto do déjà vu. Esquecimento e perda de memória tem sido um conceito de longa data no BTS Universe (mais recentemente visto no Webtoon Save Me, onde Jin – que abre a faixa dizendo que perdeu de novo – revive o mesmo dia inúmeras vezes).

Mas Map of the Soul: Persona dificilmente é um retrocesso. Particularmente em “Boy With Luv”, parece que o BTS está fazendo um esforço consciente em expandir seu alcance e som com um single pop que possui a participação de Halsey. Enquanto seu último single “IDOL” incluiu um remix aparentemente inteligente com Nicki Minaj, o movimento pareceu um pouco desconexo quando a MC da rádio “Queen” só apareceu para um verso e não conseguiu filmar o vídeo com o grupo. Ter Halsey a bordo – uma fã e amiga de longa data do BTS – é uma colaboração visivelmente mais orgânica, ao trazer vocais femininos fofos, no estilo do K-pop, para se misturar e corresponder às letras do grupo. Outro fator é que Halsey conseguiu seu primeiro single No. 1 no Hot 100 deste ano, graças a “Without Me”, ajudando BTS a ganhar uma vantagem adicional sobre a principal parada musical da Billboard, onde alcançou o décimo lugar até agora. Além disso, as rádios estão finalmente se mostrando mais adeptas ao som do BTS, tendo os integrantes ido aos programas de rádio Z100 e a SiriusXM esta manhã para entrevistas – eles só alcançaram a 25ª posição no Top 40 da parada musical com “MIC Drop” em seu pico, no ano passado.

A crescente apreciação e admiração pela vida do septeto é ouvida em várias partes do álbuns. Esses sentimentos são sentidos na exuberante e efervescente “Mikrokosmos” (um título que reproduz a palavra “microcosmos” à medida que eles exploram a idéia de cada ser humano vivendo pacificamente lado a lado em seu próprio pequeno universo), na faixa feita em colaboração com Ed Sheeran “Make it Right” (onde eles consideram como fazem o mundo melhor através de sua plataforma por meio da simples conexão humana e bondade) e da dedicação afetuosa aos ARMYs intitulado “Home” (onde o BTS afirma que alcançando sua fanbase global os fazem se sentir seguros e confortáveis, não importa onde estejam). Há também uma esperança inegável entre os sentimentos perdidos de “Jamais Vu”, onde os garotos prometem que não vão desistir.

army, gif, and min yoon gi image

Talvez a mais curiosa escolha artística dessa tracklist seja a faixa de encerramento “Dionysus”. Parece ser um retrocesso sonoro aos primeiros anos do BTS, com uma produção semelhante a sua antiga preferência por sons de rock/hip-hop inspirados nos anos 80 (ao contrário do Run-D.M.C), como em “Boy in Luv”. Em “Dionysus” (em homenagem ao deus grego do vinho), vemos o BTS repetindo essa atitude sem filtros de anos anteriores, mas desta vez discutindo seus processos criativos e artísticos ao invés de uma paixão obsessiva. Chamar essa faixa de “Dionysus” poderia ser uma pontuação ao mencionar que os integrantes estão mais velhos (quando “Boy in Luv” foi lançado vários integrantes não tinham idade legal para beber), ou poderia ser uma alusão às várias outras identidades do deus grego (ele possui inúmeras identidades como deus mascarado, incluindo o deus do teatro, o deus da libertação e o deus efeminado ou andrógino).

Terminar com “Dionysus” pode indicar que o grupo está avançando em direção ao seu futuro e removendo o que detinham de suas identidades anteriores. Eles se encontraram e agora têm a confiança para avançar sem medo, e mais capazes do que nunca. Eles são garotos cheios de amor (ou “Luv”), e sabem que esse amor é presente não importa qual lugar do mundo estejam (“Home”), mas ainda sim eles estão procurando realizar uma mudança e impacto ainda maior (“Make It Right”) .

Map of the Soul: Persona tem o objetivo de apresentar o próximo capítulo do BTS e estas sete canções parecem estar trazendo feitos mais grandiosos para RM, Jin, SUGA, J-Hope, Jimin, V e JungKook. Quão grandioso? Nós teremos que esperar pelo próximo capítulo, mas todos os sinais apontam para BTS – mais uma vez – chegando onde nenhum ídolo foi antes, com seu universo expandindo-se a cada lançamento.

Fonte: Billboard

Artigos | por em 19/04/2019
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio