5 referências misteriosas no MV cinematográfico de ‘ON’

Anúncio

5 referências misteriosas no MV cinematográfico de ‘ON’

O BTS demonstrou sua transformação musical com o MV de ‘ON’, e de quebra ainda deixou diversos ARMYs confusos!

O vídeo foi lançado no canal oficial da Big Hit, dirigido por Yongseok Choi e inspirado em algumas passagens medievais que nos proporcionaram a incrível história retratada no vídeo. Nós iremos explorar as possíveis interligações na narrativa e discutir algumas teorias que explicariam o enredo do clipe.

Você ainda está sentindo o impacto do MV de ‘ON’? Então leia essas teorias que te deixarão com mais perguntas e ainda menos respostas!

1. Make It Right

A conexão com a música dedicada aos ARMYs!

Durante o MV de ‘Make It Right’, há uma parte onde os personagens interagem, e, aparentemente, a menina retratada nas animações representam um dos ARMYs junto de V, que a protegeria eternamente, não importasse o perigo, indicando que durante esses momentos tensos o BTS estará lá pelos seus fãs.

No MV de ‘ON’, a garota, com o mesmo cabelo loiro longo de ‘Make It Right’, que também representaria os ARMYs, aparece vendada ao lado de V. A faixa nos olhos simboliza o esforço que o idol faz para que ela não veja nada de ruim, protegendo-a do mundo malvado e cruel que nosso planeta está se tornando.

Isso também explica o motivo dele ter retirado a venda da garota logo após as dificuldades terem sido deixadas para trás.

2. Referências Bíblicas

As cenas estreladas por RM representam uma apologia à Arca de Noé. A história fala sobre como Noé é avisado que o fim do mundo estava próximo, um dilúvio que acabaria com a vida na Terra, e que ele deveria construir uma arca para sobreviver, abrigando consigo um par de todas as espécies de animais existentes.

JungKook seria o portador do pecado, simbolizada por suas algemas feita de espinhos, mas ele tenta livrar-se deles ao procurar pela paz, representada por Jin, que debate internamente sobre deixar ou não o pássaro ser livre novamente.

SUGA representa um sacerdote, que possui a verdade e força para deliberar o que é certo e errado, o rapper seria a representação da sabedoria.

J-Hope aparece no vídeo próximo a um corvo, que localiza-se em cima do corpo desfalecido de JungKook, sendo assim, o símbolo que representa a alma dos condenados.

Jimin seria o intermédio entre o céu e a terra. É dito que aqueles que tocam percussão possuem grande conhecimento, e no vídeo podemos ver o cantor rodeado pelos instrumentos e por uma criança, indicando ser seu discípulo.

RM é o responsável por levá-los até o fim da estrada, guiá-los entre a penumbra. A abertura do muro parece uma clara referência à Moisés abrindo as águas do Mar Vermelho.

Imagem de gif, bts map of the soul 7, and rm

3. A possível morte de JungKook

Durante o vídeo, podemos ver Jin com um pássaro preso em uma gaiola, que representaria o JungKook em vida, no plano terrestre.

Enquanto isso, JungKook está no Limbo, um lugar onde, de acordo com as tradições cristãs, as almas habitam eternamente à margem do reinado de Deus, à espera de seu destino, não estando nos céus, nem inteiramente no mundo dos vivos. JungKook corre tentando escapar, mas não pode, pois seu destino é inevitável.

Jimin e J-Hope seriam os juízes das atitudes do maknae, SUGA é projetado como a igreja em si, enquanto V é quem aguarda pacientemente a alma de JungKook enfim encontrar paz e tentar ajudar àqueles que mais precisam.

RM possui o papel de guiar os outros garotos que estão na terra, mas, por mais que JungKook não queira deixar o plano terrestre, os meninos percebem que não deixá-lo partir é limitante, é quando Jin resolve liberar o pássaro, e então todos se vêem livres, obtendo paz interior.

É aí que os integrantes resolvem acompanhar JungKook na trajetória de sua partida em direção aos céus, em busca da paz. Logo após a despedida, os outros seis permanecem na terra.

4. As algemas de espinhos de JungKook

Os espinhos eram o castigo dado aos ladrões.

Imagem de gif, namjoon, and bts

JungKook deve ter passado por muito sofrimento e escutado diversas críticas para conseguir se tornar o jovem anjo que toca o trompete (simbolizado pela concha) para que o julgamento final comece, entretanto, essa teoria também afirma que JungKook não está vivo.

J-Hope seria seu companheiro nesse caminho, seu vigia noturno ou um guia que lhe direcionaria. Devido aos espinhos em seus pulsos, JungKook deve estar sentindo uma dor horrível, tanto física quanto espiritual, direcionada à percepção dele acerca da compreensão de que a vida não é apenas boa ou ruim, sendo essa uma forma de prepará-lo para ser um anjo.

Por isso JungKook toca a concha, anunciando que a próxima catástrofe se aproxima, fazendo com que RM se prepare junto de seus “discípulos” para os tempos sombrios que estão por vir.

5. A aceitação da “sombra”

Você lembra que diversos trabalhos do BTS são inspirados pelas obras de Carl Jung, certo? O grupo experimentou pôr em sua música os retratos da personalidade humana.

Esse caso simboliza as diferentes formas que os seres humanos se apresentam perante a sociedade, como se as pessoas fossem feitas de diversos níveis e só mostrassem alguns em determinadas situações.

Nessa pesquisa, Jung desenvolve a ideia dos níveis da psique humana, caracterizando comportamentos a partir de diferentes expressões e simbolismos, indicando que o vídeo de ‘ON’ seja a introspecção de cada integrante e a aceitação da sombra.

O ser humano é duplo, possuindo dois lados, o bom e ruim, com a sombra representando o mal interior. A sombra possui bastante poder quando é reprimida, ou seja, as pessoas devem estar inteiras, devem se auto conhecer e se explorar, encarar seus medos.

‘ON’ pode ser sobre as batalhas internas dos integrantes contra as próprias sombras, porém eles acabam aceitando-as no final e até amando-as, com todos os seus nuances e elementos. É por isso que quando o MV acaba podemos ler a frase ‘No More Dream‘, mas, devido à aceitação, a frase transforma-se apenas na palavra ‘Dream‘.

Assim, BTS demonstraria que enfim encontraram seu lugar no mundo, apesar das barreiras e obstáculos, que eles lutaram tanto pelos próprios sonhos que se eles pensavam que não havia mais esperança nesse mundo, descobriram que juntos são a esperança de muitos.

Fonte: Somag News

Artigos | por em 18/03/2020
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio