A mensagem transmitida pelo BTS com Love Yourself 結 ‘Answer’

Anúncio

A mensagem transmitida pelo BTS com Love Yourself 結 ‘Answer’

O primeiro episódio da trilogia Love Yourself estreou há um ano, e o final da saga foi marcada com o lançamento do terceiro e último álbum Love Yourself 結: Answer em 24 de agosto de 2018.

Desde o início, o BTS insinuou que Love Yourself é muito mais que uma série de álbuns, intensificando o projeto com um curta dramático chamado de “Highlight Reel” com os caracteres tradicionais chineses “’起 承 轉 結”. Essas quatro palavras seriam mais tarde incluídas nos títulos dos álbuns e em várias canções, e, conjuntamente, elas representam os quatro atos da estrutura de uma narrativa –  introdução, desenvolvimento, clímax e conclusão.

Com um total de 26 faixas, Answer é, parcialmente, um repackage dos dois álbuns anteriores, Her e Tear. Mas ao ouvir as dezesseis faixas do primeiro disco, sequencialmente, revela-se o arco de uma complicada história de amor.

Começamos com “Euphoria”, uma faixa eletrônica enérgica que descreve a alegria de estar com quem se ama. A canção irradia felicidade com sintetizadores e baixo estilo EDM, e os vocais fluidos de JungKook sustentando altas notas pinta uma visão clara sobre a brilhante utopia descrita na letra.

Seguindo o prólogo, tem-se “Trivia 起: Just Dance”, que reverbera com os mesmos ritmos dançantes ouvidos na mixtape de J-Hope, Hope World. Como marca da fase de introdução, “Just Dance” é sobre se entregar ao momento presente.

Em seguida, surge “Serendipity”, o solo etéreo de Jimin, e “DNA”, originalmente, lançada em Love Yourself 承: Her. Mesmo diferenciando-se na tonalidade musical, ambas focam em como o destino influencia na origem de uma relação. “Dimple”, outra canção relançada, fala sobre a intoxicação associada a apaixonar-se.


Na sexta faixa, finalmente, alcançamos o estágio de desenvolvimento com “Trivia 承 : Love, um solo do rapper e líder RM. “Love” emerge  pensamentos sobre lua-de-mel, e ambas esta e a próxima faixa, “Her”, refletem sobre como um relacionamento muda uma pessoa.

A história atinge um ponto crucial em “Singularity”, de V, quando a dor e a confusão estabelecem-se e o narrador percebe que ele não quer mais suportar esse “FAKE LOVE”.

A sentimental “The Truth Untold” é sucedida por “Trivia 轉: Seesaw”, a qual simboliza a reviravolta da narrativa. Os fãs ouvem um novo lado do rapper SUGA nesta canção melodiosa à medida que ele canta sobre a instabilidade de um relacionamento. Após “Seesaw” vem a intensa “Tear”, exclusiva dos rappers do grupo, inicialmente, lançada como faixa Outro no álbum de mesmo nome.

No solo de Jin, “Epiphany”, o narrador atinge um pico emocional com a percepção de que ele tem tentado tanto amar outra pessoa que ele negligenciou o amor próprio. A balada dramática, que possui seu próprio vídeo, ascende e cai com a voz sentimentalmente expressiva de Jin.

A próxima faixa, “I’m Fine”, utiliza samples do antigo hit do BTS, “Save Me”, mas ao invés de ser um pedido de ajuda, a canção super animada é uma declaração de otimismo e auto afirmação. Ela conduz perfeitamente “IDOL”, acelerada com influências latinas e sul-africanas.

O BTS é conhecido pela sua natureza incontrita em relação ao estilo e ao conteúdo de sua música, e “IDOL” é um ótimo exemplo. Enquanto a canção encaixa-se na história através do tema amor próprio, também acena à indústria que os criou e afirma que eles não comprometerão quem eles são em troca do que os outros esperam que eles sejam. O álbum também inclui uma versão com Nicki Minaj, uma colaboração inesperada, mas adequada, considerando a abordagem audaciosa de sua própria música.

Enquanto Love Yourself 結: Answer não mantém um som consistente, a versatilidade de tons de uma faixa a outra ilustra a montanha-russa emocional de um relacionamento, imitando os altos e baixos através do instrumental e das letras de cada música. O álbum também demonstra a versatilidade do grupo, permitindo que cada membro mostre seu próprio estilo musical pelos solos.

A 16ª faixa, “Answer: Love Myself”, conta com todos os sete membros e leva a história ao encerramento. É uma canção sobre absolvição, sobre perdão e sobre seguir em frente, com a principal lição sendo amar a si mesmo.


Fonte: Soundigest
Trans eng-ptbr; clau @ btsbr

Artigos | por em 17/09/2018
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio