ARMYs cantam “For You” para o BTS no Japão e aquecem corações

Anúncio

ARMYs cantam “For You” para o BTS no Japão e aquecem corações

Geralmente, o maior desafio dos ARMYs é lidar com a espera maior que 24 horas para o próximo show, apresentação na TV ou postagem nas redes sociais do grupo BTS. Mas essa última semana foi desafiadora por razões mais sérias. Após iniciar a última parada da turnê Love Yourself na Ásia, uma antiga foto de um dos integrantes usando uma camiseta controversa ressurgiu, sendo um dos motivos que levaram ao cancelamento da aparição do grupo no programa Music Station, do canal japonês Asahi, deixando os fãs japoneses e internacionais com um gosto amargo na boca.

Como consequência do ocorrido, os ARMYs ao redor do mundo passaram a discutir como responder a situação, mas esse vídeo dos fãs cantando “For You” no Japão serviu para mostrar exatamente quanto eles amam e respeitam o grupo.

Em outubro, uma foto de 2017 de Park Jimin usando uma camiseta celebrando a libertação da Coreia da liderança japonesa durante a Segunda Guerra Mundial voltou a tona, atraindo críticas a respeito da imagem de uma bomba atômica sendo jogada sobre uma cidade japonesa.

Enquanto isso, o cancelamento da aparição no Music Station atraiu críticas quanto ao BTS estar sendo arrastado para a duradoura e tensa relação política entre o Japão e a Coreia do Sul. Essas críticas apontam que o momento desse cancelamento tem menos a ver com a camiseta do Jimin (usada há mais de um ano) e mais com um veredicto da Suprema Corte Coreana em outubro. O veredicto determinou que a empresa Nippon Steel & Sumitomo Metal Corp do Japão compensasse os coreanos pelo trabalho escravo durante a guerra, o que reacendeu as tensões políticas entre os países.

Para agravar a situação, outra foto de um ensaio de 2014 do BTS para a revista CéCi ressurgiu, mostrando RM usando um chapéu do exército com um símbolo nazista. A Big Hit Entertainment declarou, mais tarde, que as roupas usadas no ensaio foram providenciadas pela revista, mas aceitando sua responsabilidade e pedindo desculpas por qualquer mal-estar causado aos fãs.

No meio de toda controvérsia e de novos pedidos de grupos de direitos humanos por desculpas formais vindas do BTS, os fãs também aguardavam o pronunciamento do grupo e da Big Hit Entertainment, o que aconteceu alguns dias depois. Durante esse período de espera, os fãs trabalharam duro em expressar seu amor pelo BTS. No Japão, dezenas de fãs aguardavam no Aeroporto de Haneda para recepcionar os integrantes de braços abertos no dia 10 de novembro.

[TRAD] BTS chegando ao Aeroporto de Haneda”

Enquanto isso, fãs ao redor do mundo seguiram a iniciativa da conta @btschartdata no Twitter, começando o #ProjectBuy23, motivando os ARMYs a gastar 1 ou 2 dólares na compra da canção “2!3!” no iTunes. Os fãs internacionais celebraram a ideia, transformando o projeto em um sucesso e fazendo a canção chegar na primeira posição da parada do iTunes em 26 países.

[TRAD] Após o #ProjectBuy23, 2!3! alcançou a primeira posição no iTunes em 26 países até agora. Atualmente está na posição #6 nos Estados Unidos e #19 no Reino Unido, estreando na posição #9 na parada geral.”

Mas o esforço mais comovente certamente veio dos ARMYs japoneses que compareceram ao show do dia 13 de novembro. Usando as redes sociais, eles planejaram cantar “For You”, canção presente no álbum japonês Youth, de 2016, enquanto esperavam pela entrada no grupo no palco, marcando um dos momentos mais belos da noite.

[TRAD] Os ARMYs japoneses planejaram cantar “For You” para mostrar que não importa o que aconteça, o ARMY sempre estará lá pelo BTS. É tão lindo, estou chorando”

Já encaminhando-se para os momentos finais do show, depois de os fãs terem demonstrado todo seu amor pelos integrantes, Jimin terminou “So What” gritando “Eu amo vocês!” para o público presente – e eufórico. Mais tarde, em seu discurso final, Jimin falou com a platéia fazendo alusão as controvérsias e expressando seu amor pelos fãs japoneses e se desejo de que esse tipo de evento não afetasse o relacionamento do público com o grupo.
De acordo com a tradução de um fã presente no local, Jimin disse: “Eu sinto que várias circunstâncias causaram preocupação não só nos ARMYs aqui, mas ao redor do mundo. Essa situação realmente machuca meu coração. Eu acredito que haverão várias oportunidades de nos reencontrarmos de agora em diante. Eu não acho que serei capaz de esquecer a primeira apresentação que fizemos aqui no Tokyo Dome hoje com todos você. Estou realmente feliz em estar com todos os ARMYs aqui. Eu me sentiria feliz se vocês também se sentissem felizes em nos assistir. Muito obrigado por hoje. Eu realmente amo vocês, obrigado!”

Igualmente, a Big Hit Entertainment liberou um comunicado sobre as controvérsias no Twitter e no Facebook, primeiro em coreano, e depois em inglês e japonês. A Big Hit não apenas pediu desculpas pelo ensaio da CéCi, mas também por qualquer dano causado pela camiseta usada por Jimin às vítimas da bomba atômica. Por fim, eles expressaram um compromisso em sempre estar atentos a fatos sociais, históricos e culturais para que isso nunca aconteça novamente.

Você pode ler todo o comunicado aqui.

Fonte: Elite Daily
Tradução eng-ptbr: maureen h. @ btsbr

Artigos | por em 18/11/2018
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio