As músicas solo do JungKook mostram seu fantástico crescimento como artista 💜

Anúncio

As músicas solo do JungKook mostram seu fantástico crescimento como artista 💜

Se você ouvir a discografia do BTS desde seu primeiro single até o último lançamento, vai perceber que o som, o conceito e a mensagem geral do grupo evoluiram juntamente com os integrantes, por meio das experiências adquiridas em suas carreiras e vidas pessoais.

Cada recorde alcançado pelo grupo possui uma história especial, mas o ponto que possuem em comum é o fato de ajudarem os ARMYs a se sentirem menos sozinhos diante das situações que acontecem em suas próprias vidas. Afinal, os integrantes do BTS também estão passando por grandes mudanças, assim como você ou eu, e suas músicas exploram tais circunstâncias. Por exemplo, a experiência do JungKook como o integrante mais novo do BTS inspira ele em suas composições. Todas as músicas solos do maknae refletem o quanto ele cresceu com o passar dos anos.

De vez em quando, o BTS lança músicas solo para os fãs, a fim de mostrar o estilo, talento e mensagens únicas de cada integrante. Algumas vezes, elas são partes dos álbuns do grupo, e, em outras vezes, as faixas fazem partes de suas mixtapes solo.

RM, SUGA e J-Hope possuem suas respectivas mixtapes, contudo há rumores de que JungKook também possa lançar a sua própria em breve. Mas como ele não revelou quando isso vai acontecer, os ARMYs podem apreciar os solos lançados até o momento, e observar as reflexões que JungKook deixa em suas músicas.

2016: Begin

O grupo começou a lançar músicas solo com a chegada do álbum de 2016: Wings. No evento de pré-estreia do álbum daquele ano, JungKook explicou que sua faixa solo “Begin” é sobre sua jornada de deixar sua cidade natal, Busan, para se juntar ao BTS em Seul.

Como um garoto de 15 anos que estava tentando descobrir seu futuro, a letra da música reflete os sentimentos de dúvida que ele vivenciou. E, embora ele se sentisse sozinho, tudo mudou quando este conheceu RM, Jin, SUGA, J-Hope, Jimin e V. Como você pode conferir num trecho da música abaixo

O eu de quinze anos que não tinha nada
O mundo era tão grande, eu era tão pequeno
Agora eu não consigo nem imaginar isso
Agora eu não consigo nem imaginar o eu
que costumava não ter essência, que costumava ser vazio
Eu amo vocês, meus irmãos, graças aos meus irmãos
Eu agora tenho emoções, eu me tornei eu
Então eu sou eu
Agora eu sou eu

2018: Euphoria

Se JungKook estava inicialmente hesitante em dar um salto de fé com “Begin”, em “Euphoria”, ele pode ver que seus sonhos estavam mais próximos do que nunca e, desta vez, ele não tem medo de alcançá-los primeiro. Na letra, ele canta:

Sonho é a miragem azul do deserto
Dentro de mim, a princípio
A felicidade que sinto me tira o fôlego
Meus arredores se tornam mais evidentes

Posso escutar o mar à distância
Além do sonho, em direção ao bosque
Vamos para o lugar que está se tornando vívido

Segure minhas mãos agora
Você é a causa da minha euforia

É provável que os ARMYs sejam a euphoria do JungKook porque foram eles que o ajudaram a atingir seus objetivos.

2019: “Decalcomania”

JungKook deu aos fãs uma prévia do seu trabalho solo quando ele lançou “Decalcomania” em seu 22º aniversário em setembro de 2019.

Os fãs ficaram surpresos ao ouvi-lo cantar inteiramente em inglês em um estilo totalmente novo do que estavam acostumados, e também puderem apreciar seu lindo lirismo.

Por mais que ele tenha lançado apenas cerca de 1 minuto da música, a letra sugere que a composição é sobre os diferentes lados de JungKook — o lado “perfeito” que os fãs veem na tela e a versão mais vulnerável que ele conhece por dentro.

Quando eu vejo você sorrir na tela
Você é bom em tudo, você é perfeito
Parece que eu nunca fui você
Você me vê, sabe quem eu sou ou como estou agora?
Você não gosta de mim assim

Os ARMYs suspeitam que “Decalcomania” seja uma das faixas que estarão em sua mixtape.

Fevereiro de 2020: “My Time”

JungKook começou “My Time” – música que ele ajudou a compor com RM e outros escritores – expressando sua descrença por já ser adulto. Ele compara sua vida a um filme e admite que às vezes sente que a vida está indo rápido demais para ele e nem sempre tem tempo para se sentar e refletir sobre tudo que ele alcançou até hoje.

Minha vida tem sido um filme o tempo todo
Eu corri para onde o sol nasce todas as noites
É como se eu estivesse no amanhã de alguém
Um mundo grande demais para aquele garoto
Continuo correndo todos os dias, pego meu microfone
Meu amigos andando de metrô, eu estou no modo avião
Eu arraso por todo o mundo, eu fiz minha própria loteria
Mas é tudo rápido demais, as coisas que perdi deixaram rastros
Eu não sei o que fazer com eles
Eu estou vivendo do jeito certo?
Por que sou o único que está em um outro espaço de tempo?

Apesar de todo o seu sucesso, JungKook ainda expressa um pouco de incerteza sobre o futuro em “My Time”. Ele não sabe exatamente para onde está indo, mas tentará aproveitar o máximo possível esse momento com os fãs.

Junho de 2020: “Still With You”

JungKook também ajudou a compor “Still With You”, no qual se assemelha a uma carta de amor aos ARMYs. Na música, que foi lançada como surpresa para o BTS FESTA, JungKook diz que sabe que os fãs estarão sempre aqui por ele e garante que sempre podem contar com ele também, cantando:

Sorrindo juntos
Chorando juntos
Talvez essas simples emoções fossem tudo para mim
Quando vai ser?
Se algum dia eu te encontrar de novo
Eu vou olhar nos seus olhos e te dizer
“Eu senti sua falta”

Apesar de que cada solo do JungKook ser diferente, todos têm alguns fatores em comum: Eles refletem sobre seu passado, presente e futuro, e sobre como ele sabe — não importando o momento que esteja vivenciando na vida — que terá os ARMYs sempre ao seu lado.

Fonte: Elite Daily

Artigos | por em 26/08/2020
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio