Com vitória sem precedentes, BTS faz história no prestigiado Melon Music Awards

Anúncio

Com vitória sem precedentes, BTS faz história no prestigiado Melon Music Awards

Existem algumas premiações conhecidas e muito prestigiadas focadas na indústria musical e que acontecem todos os anos na Coreia, e todos os artistas do país sempre ficam animados em ganhar um troféu em alguma delas. Mesmo sendo difícil apontar qual deles representa a maior honra (diferentemente dos Estados Unidos, onde o Grammy é facilmente identificado como a premiação mais importante do país, quiçá do mundo), o Melon Music Awards é concebido como um dos prêmios mais importantes que um artista coreano pode receber. Na cerimônia deste ano, que aconteceu neste sábado, dia 30 de novembro, o maior nome que já surgiu no país não só ganhou tudo… Eles fizeram história.

O BTS levou para casa as quatro maiores honras da noite, e, mesmo que esse tipo de dominação não fosse totalmente inesperada considerando o ano que tiveram, foi sem precedentes. De acordo com mais de um veículo focado em K-pop e veículos coreanos focados na indústria musical, o grupo se tornou o primeiro artista do K-pop a conquistar tudo e ganhar em todas as quatro grandes categorias.

O quarteto de troféus incluiu vitórias nas categorias Artista do Ano, Álbum do Ano, Gravação do Ano (ambos para Map of the Soul: Persona) e Música do Ano (para ‘Boy With Luv’).

Como se ser nomeado campeão nessas quatro áreas não fosse o suficiente, o BTS também conquistou um prêmio de artista top 10, o prêmio Kakao Hot Star, Melhor Coreografia Masculina e o prêmio Netizen Popularity (ambos para ‘Boy With Luv’).

Nos anos em que estiveram juntos e se destacaram como um dos artistas mais talentosos e bem-sucedidos do K-pop (na verdade, do mundo todo), o BTS ganhou três dos quatro prêmios antes. Eles levaram Artista do Ano pela primeira vez no ano passado, Música do Ano em 2017 (por ‘Spring Day’) e, agora, Álbum do Ano em três ocasiões diferentes, incluindo 2016 (The Most Beautiful Moment in Life: Young Forever) e 2018 (Love Yourself: Tear). 

Se alguém fosse fazer história desta maneira, não é chocante que acabou sendo o BTS. 

Fonte: Forbes

Artigos | por em 01/12/2019
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio