Como o BTS está passando a quarentena: fazendo música, assistindo Netflix e malhando ✨

Anúncio

Como o BTS está passando a quarentena: fazendo música, assistindo Netflix e malhando ✨

Os integrantes da sensação internacional do K-pop deveriam estar em turnê neste momento. Mas devido à pandemia do COVID-19, eles tiveram que fazer uma pausa inesperada.

Além de lançarem o seu último hit single, “Dynamite”, o grupo disse à CNN numa entrevista que têm passado muito tempo nos últimos meses assistindo séries, como muitos de nós!

Estamos nos exercitando, vendo Netflix e a aprendendo a tocar novos instrumentos. Penso que estamos melhorando nossas habilidades de modo geral, e também tentando nos manter ativos“, disse J-Hope.

Jimin acrescentou: “Estamos trabalhando num novo álbum. Embora não possamos dizer ao certo como vão ser os shows, ainda estamos trabalhando muito. Pessoalmente, acho que não estou fazendo muitas coisas sozinho“.

A pandemia global não diminuiu o sucesso do grupo. “Dynamite”, primeira música completamente cantada em inglês por todo o grupo, se encontra no topo da chart Hot 100 da Billboard pela segunda semana consecutiva. Isto faz do BTS os primeiros artistas sul-coreanos a alcançar esse marco, ganhando elogios de outros artistas como Justin Bieber.

O grupo disse que sentia que precisava dar ao seu público uma música nova no meio destes tempos desafiantes.

Se tudo corresse como planejado, estaríamos em turnê neste momento, mas a pandemia mudou tudo. Por isso pensamos no que podemos fazer melhor neste momento, nesta situação“. Todo mundo está passando por um momento tão difícil, por isso queríamos animá-los“, disse SUGA à CNN.

Apesar de todo esse sucesso, os integrantes ainda sentem que a sua ascensão parece um sonho. “Ainda não parece 100% real porque não podemos nos apresentar em frente aos ARMYs. Mesmo alcançando todas essas coisas, não temos a oportunidade de nos apresentar ao vivo“, disse JungKook.

O grupo tem sido frequentemente comparado aos Beatles, quebrando um dos recordes da banda de rock inglesa com três álbuns #1 da Billboard num único ano.

BTS se apresentando em Nova York em dezembro. (Foto de Noam Galai/Getty Images)

J-Hope disse, “É uma honra tão grande ser ter nosso nome atrelado aos dos Beatles. Queremos continuar fazendo a nossa própria música e mostrar as nossas próprias cores”. “Como grandes fãs dos Beatles, estamos gratos por tal associação e queremos trabalhar ainda mais para lançar música de qualidade”. Vamos tentar fazer com que o nome BTS soe tão bem como os Beatles“.

O reconhecimento mundial do grupo cresceu em 2018 com os seus álbuns Love Yourself Answer e Love Yourself Tear. O grupo também conquistou muito sucesso colaborando com outros artistas como Halsey, Nicki Minaj, Ed Sheeran e Fall Out Boy.

A sua enorme comunidade de fãs é como nenhuma outra. Mas o grupo reconhece que sua fama traz alguns efeitos colaterais.

Na Coreia, chamamos isso de “imposto da fama”, que temos que “pagar“, disse RM com um sorriso. “Como cidadãos, temos de pagar um imposto sempre. Sabe, tem alguns lados positivos e alguns lados negativos também, mas é o nosso destino“.

Jin disse que embora seja reconhecido em todos os lugares onde vai, deixar a Coreia do Sul orgulhosa faz com que tudo isto valha a pena. Há raras ocasiões agora em que inevitavelmente tenho de sair, e as pessoas vêm falar comigo para dizer que estão realmente felizes por me ver, e que estão orgulhosas de como mais pessoas ficaram sabendo sobre a Coreia por nossa causa“, disse ele. “Nesses momentos, tenho uma sensação de realização e sinto que lhes mostrei realmente algo“.

Os ARMYs com certeza ajudaram a impulsionar o grupo a quebrar recordes na indústria da música e também veio em sua defesa nas redes sociais no ano passado, quando o grupo foi excluído das nomeações para o Grammy.

O grupo está mais esperançoso esse ano. “Crescemos assistindo os Grammys, por isso sabemos do seu significado. E seria incrível se pudéssemos ser nomeados“, disse SUGA. “Nunca tivemos um Grammy em mente quando começamos, mas agora isso se tornou um sonho mais possível. É algo que queremos alcançar, é claro, mas também não é algo que vai acontecer só porque queremo”. O que podemos fazer é continuar apresentando o melhor que podemos naquilo que nos propormos a fazer”.

Fonte: CNN

Artigos | por em 29/09/2020
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio