Contagem regressiva da Variety: BTS fala sobre o sucesso de ‘Dynamite’ nos charts

Anúncio

Contagem regressiva da Variety: BTS fala sobre o sucesso de ‘Dynamite’ nos charts

O grupo de K-Pop BTS está dirigindo uma nova onda global de popularidade para novas alturas. Os sete integrantes — RM (nome real: Kim Namjoon), Jin (Kim Seokjin), SUGA (Min Yoongi), J-Hope (Jung Hoseok), Jimin (Park Jimin), V (Kim Taehyung) e JungKook (Jeon JungKook) — tomaram conta do mundo, levantando comparações com os Beatles.

Os meninos certamente estão nas alturas nesta segunda-feira: seu primeiro single completamente em inglês “Dynamite” acaba de retornar para uma terceira semana no chart Hot 100 da Billboard, tornando-os o primeiro grupo a assumir a liderança do Hot 100, Global 200 e Global 200 (excluindo os EUA) simultaneamente. Eles também se tornaram multimilionários após a sua empresa Big Hit Entertainment conquistar a maior cotação no mercado de ações em três anos na Coreia do Sul, o seu país nativo. (Cada integrante do grupo agora possui ações no valor de aproximadamente R$44 milhões no preço de emissão.)

A Variety sentou com os integrantes do BTS no dia seguinte do lançamento de “Dynamite” para uma entrevista extensa através do Zoom.

Um olhar sobre o grupo, sua conexão única com seus fãs e sua poderosa mensagem de inclusão aparecerá na edição Grammy da Variety, que será publicada nesta quarta-feira. Antes da edição completa ser lançada, aqui está uma amostra do que o BTS nos deu:

Sobre cantar em inglês em “Dynamite”: 

RM: Quando ouvimos a demo de “Dynamite” pela primeira vez, eu tentei três títulos diferentes e letras em coreano. Eu tentei escrever algum rap por cima da música, mas nada funcionou muito bem. Então, ok, bem, porque não manter dessa maneira? Vamos dar uma chance! É 2020, porque não tentar fazer umas coisas doidas?

JungKook: A experiência de gravar e cantar essa música em inglês não foi familiar. Nós tivemos que praticar bastante a pronúncia para tentar garantir que o sentimentos e as emoções da letra realmente estivessem refletindo quando nós cantamos. Nós traduzimos a letra para o coreano para ler com bastante cuidado. Nós pensamos sobre o que ela significa em coreano enquanto gravamos em inglês.

J-Hope: Música pop em inglês é realmente o que nós crescemos escutando. Músicas em inglês não são algo desconhecido para nós, estamos acostumados com elas. Mas os sentimentos que surgem ao escrever músicas em inglês são muito diferentes do que acontece ao escrever em coreano, então isso ainda foi algo novo. Exigiu muito trabalho, especialmente na pronúncia, e bastante ensaio.

Sobre se haverá músicas em inglês no seu próximo álbum: 

SUGA: “Dynamite” foi um caso especial. Não tem como prever o que vai acontecer e as coisas que fazemos. Não podemos dar certeza do que faremos no futuro. As coisas mudam, as circunstâncias mudam. Se nós vermos que tem uma razão boa o suficiente para fazer algo — como gravar em inglês ou outra coisa — nós seguiremos em frente com essa decisão.

Sobre se tornarem globais:

Jin: Nós apenas fizemos músicas que nós gostamos e que as pessoas gostavam na Coreia, e então pessoas de fora da Coreia começaram a gostar — da mesma maneira que nós ouvimos músicas pop de fora da Coreia e gostamos também. Nós nunca fizemos um esforço consciente para espalhar globalmente. Eu acho que isso aconteceu de forma orgânica; essa conexão aconteceu sozinha. Outros grupos ou pessoas podem ter o mesmo tipo de sucesso? Eu tenho certeza que é possível.

Sobre crescer como artistas e escrever suas próprias músicas:

Jimin: Eu realmente amo as nossas músicas e o estilo das músicas do BTS. Eu estou tentando trabalhar na minha música pessoal, mas ainda não lancei nada realmente. O que eu estou tentando fazer agora é aprender com os outros integrantes e tentar lançar novas coisas que são no estilo do BTS, que eu realmente amo. Eu gostaria de lançar e criar a minha própria música.

V: Quando eu era bem mais novo, eu escutava muito os hits do momento e músicas que os outros integrantes recomendavam pra mim. Frequentemente eu sentia que seria ótimo se eu mesmo pudesse escrever aquelas músicas. Estou me esforçando muito para um dia escrever uma daquelas músicas incríveis e sentir aquele sentimento de orgulho. 

A história de capa do BTS na Variety será publicada online no dia 30 de setembro de 2020, às 10h da manhã (horário de Brasília).

Fonte: Variety

Entrevistas | por em 28/09/2020
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio