O amor especial do RM pela arte coreana 🎨

Anúncio

O amor especial do RM pela arte coreana 🎨

Enquanto a maior exposição de arte anual da Coreia do Sul – a Korean International Art Fair –, acontecia no centro de convenções do COEX, ao sul de Seul no dia 26 de setembro, um homem jovem e alto veio ao local, seu rosto coberto sob um boné.

Ele se virou para o local da exposição designado à Galeria Johyun e parou por um longo tempo perante pinturas de flores e pássaros do grande pintor coreano Kim Chong-hak.

Um funcionário da galeria o acompanhou pela coleção, mas foi somente após o rapaz deixar a exibição que o funcionário descobriu que o visitante se tratava de RM, o líder da maior sensação do K-Pop do mundo, o BTS.

RM apareceu novamente, sem aviso, em uma exposição de arte coreana no Jeongdong 1928 Art Center, no centro de Seul, no dia 5 de outubro, onde permaneceu por duas horas apreciando os trabalhos de caligrafia feitos pelo lendário pintor coreano Kim Whan-ki e outras mais 70 obras de arte da Coreia.

Eventos globais proibitivamente caóticos, incluindo um show para qual RM e os outros seis integrantes do BTS voaram para Riade, a capital da Arábia Saudita, na semana seguinte, não impediram a estrela do K-Pop e amante da arte de buscar pelos maiores eventos de arte em seu país natal.

O seu amor pela arte não é nenhum segredo para os fãs de RM, cujo nome real é Kim Namjoon. RM frequentemente posta tweets com fotos de suas visitas a museus e galerias de arte ao redor do mundo.

Imagem

Seu apego às pinturas e pintores coreano é, no entanto, algo fora do comum.

Namjoon praticamente não perdeu sequer uma das maiores exibições de arte que ocorreram na Coreia recentemente, e seus passos frequentemente trazem multidões de outros amantes da arte para os locais que visita.

Ele tirou um tempo na sua agenda lotada durante os últimos shows do BTS em Busan, durante o Muster, em junho, para fazer uma breve visita ao Busan Museum of Art e saborear a exposição especial sobre o mestre coreano da pintura Lee Ufan.

A mensagem que deixou no livro de visitas da exposição – “Eu estive aqui para aproveitar (a exposição). Mestre, eu gosto da sua série ‘Vento’” – ressoou muito entre os fãs.

O falecido pintor Kim Whan-ki parece ser um dos artistas favoritos de RM. Ele visitou exposições de arte coreana moderna no Buk-Seoul Museum of Art e Ho-am Art Museum, ao sul de Seul, ambos servindo de lar para trabalhos do mestre pintor.

RM postou fotos no Twitter da sua visita ao Ho-am Museum no começo deste mês com a mensagem, “a lua nasceu”.

[TRAD] A lua nasceu 🌑🌕

Durante as recentes férias de verão do BTS, RM não poupou esforços e mergulhou de cabeça no seu amor pela arte coreana. Ele voou até Veneza, na Itália, para visitar a exposição especial de retrospectiva do pintor coreano Yun Hyong-keun que acontecia no Museu Portuny.

Os círculos artísticos da Coreia do Sul estão muito animados e receptivos sobre o interesse sério e genuíno de Nam-joon na arte coreana.

“Vendo um cantor idol seguindo a arte coreana de maneira incansável, eu penso que o mundo da arte na Coreia do Sul não está com o seu futuro comprometido,” Lee Seung-hyun, diretor artísticos do Jeongdong 1928 Art Center, disse à Yonhap News.

Tendo conhecido RM pessoalmente, Jeong Jong-hyo, acadêmico do Busan Museum of Art, postou uma mensagem nas redes sociais sobre o conhecimento lúcido do rapper sobre artistas coreanos modernos e contemporâneos e história da arte.

“Não é coincidência que as letras e música do BTS têm tanta profundidade,” disse.

Fonte: Yonhap News via The Korea Herald

Artigos | por em 11/11/2019
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio