Respeito e emoção marcaram a primeira apresentação do BTS na Arábia Saudita

Anúncio

Respeito e emoção marcaram a primeira apresentação do BTS na Arábia Saudita

Quando o BTS começou a tocar seu hit “Dionysus” no Estádio Internacional Rei Fahd na noite da última sexta-feira, os 30.000 fãs presentes gritaram de animação. Felizmente, para os fãs, as super estrelas também estavam extremamente animadas após uma pausa de 2 meses de apresentações e trabalhos. 

RM, o líder do grupo, aqueceu o público com um discurso de abertura muito alegre. “Nós sabemos que vocês nos mandaram muito amor de muito longe. Então esse show é um festival para vocês, ARMYs que nos esperaram por muito tempo.” 

O BTS deu tudo o que tinha ao longo do show, e os fãs, emocionados, os acompanharam durante as 24 músicas do show, incluindo “Boy With Luv,” “IDOL” e “FAKE LOVE”. Apesar de terem começado o show com a mesma faixa dos shows de outros países, houveram diferenças notáveis entre o show na Arábia Saudita e os outros países. 

Imagem

Aproximadamente 70% das mulheres no estádio trajavam roupas islâmicas, como os niqabs, hijabs e chadors em abayas, uma vestimenta externa preta que vai até os pés. O público era composto de milhares de fãs que viajaram longas distâncias para assistir a passagem da BTS World Tour: Speak Yourself na Arábia Saudita, o primeiro show de um artista não árabe em um estádio no país. O grupo fez algumas mudanças na coreografia, optando, por exemplo, em não levantar a blusa, como forma de respeito à cultura muçulmana. Dançar em espaços públicos era proibido na Arábia Saudita até 2 anos atrás. 

O Estádio Internacional Rei Fahd abriu suas portas para um artista estrangeiro pela primeira vez, e também foi a primeira vez de muitas pessoas visitando o estádio. A arena, que existe há 32 anos começou a aceitar visitas de mulheres em setembro de 2017, e começou a permitir que mulheres assistissem jogos de futebol em janeiro de 2018. 

O BTS fez esforços notáveis para respeitar a cultura e religião de seus fãs. Os organizadores do show colocaram tapetes no chão para que fãs muçulmanos conseguissem realizar suas 5 orações diárias. Os ensaios foram pausados às 17h31 (horário local), a hora da 4ª oração do dia, e o show foi marcado para às 19h30, pois assim os fãs teriam feito sua última oração às 19h01 sem problemas. As mulheres que fizeram parte da organização do show vestiram abayas.

O grupo ter mostrado interesse na língua árabe também chamou muito a atenção dos fãs. “Árabe é um dos idiomas mais difíceis de se aprender, por isso ficamos surpresas com o BTS preparando algumas saudações no nosso idioma como um presente para nós,” disse Alya Alrashidi, uma estudante universitária que foi ao show. Os integrantes disseram frases como “Eu te amo,” “São os melhores,” e “Obrigado” no idioma, e até cantaram Feliz Aniversário em árabe para Jimin, que celebraria seu aniversário no domingo.

“Todos em minha família, até nossos primos, são fãs do BTS,” disse Norah, irmã de Alrashidi. “Eu tenho muita vontade de ir em um de seus shows na Coreia do Sul.” 

O BTS não foi o único mostrando habilidades surpreendentes em outros idiomas. Muitos fãs que estavam no show sabiam coreano, incluindo Bedour Ahmed. “Meu nome coreano é Cho Ara, e minha idade coreana é 26,” disse em coreano, tomando cuidado com as conjugações. “Eu me tornei um fã do BTS depois de ouvir ‘Spring Day,’ pois a letra me tocou muito,” disse Han, que cuida da conta no Twitter ArabRM. A conta, que posta atualizações do RM em árabe, tem mais de 50 mil seguidores.

A chegada do grupo no país coincidiu com grandes mudanças na regulamentação de turismo no país árabe. Até o mês passado, era muito difícil conseguir um visto de turismo sem um convite do país. Mas, no dia 27 de setembro, em tempo para o show, o governo deu início a um novo sistema de vistos que permite visitantes de 49 países – incluindo a Coreia do Sul – se aplicarem para estadias de até 90 dias. 

“Eu tive que cancelar meu voo e hotel pois ainda não tinha conseguido meu visto, mas refiz a reserva de tudo no último minuto quando [meu visto] finalmente chegou,” disse Abha Nayak, uma contadora de 30 anos da Índia. “Muitos fãs indianos tiveram seus vistos cancelados. Eu espero que um dia o BTS se apresente na índia.”

Houveram alguns pequenos problemas no caminho para o histórico show. Não haviam muitas opções de transporte público, e o engarrafamento de carros foi muito grande. Apesar disso, para o alívio dos fãs, o show de 2 horas e meia ocorreu sem grandes problemas, e reforçou a esperança de um melhor relacionamento entre Arábia Saudita, Coreia do Sul e o resto do mundo. 

“As pessoas estavam preocupadas, e esperançosas de que esse show acontecesse tranquilamente, e eu fico feliz que tudo deu certo,” disse Maha Al Nasser, uma bancária de 27 anos. “Eu espero [que o show] quebre com alguns preconceitos que as pessoas tem com o Oriente Médio.” 

A criação de uma boa imagem da Coreia no país por causa do BTS também agrada muitos os coreanos que vivem no país. “Graças ao BTS, a imagem da Coreia, que antes era celulares Samsung e carros da Hyundai, melhorou entre os jovens,” disse Lim Tae-won, de 56 anos, que mora na Arábia Saudita há 24 anos. Ele trabalhou no dia do show como motorista particular, levando os fãs ao estádio.

Para o BTS, foi o amor dos fãs pelo grupo que tornou tudo possível. “Os ARMYs nos deram asas para voar para cá,” disse JungKook. 

Imagem

O BTS terá os últimos shows de sua tour mundial no Estádio Olímpico de Seul em Jamsil, na zona sul da capital sul-coreana, a partir do dia 26 de outubro. 

Fonte: JoongAng Daily

Artigos | por em 23/10/2019
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio