V e RM quebram incríveis recordes globais no iTunes com ‘Sweet Night’ e ‘mono.’ 😱

Anúncio

V e RM quebram incríveis recordes globais no iTunes com ‘Sweet Night’ e ‘mono.’ 😱

O BTS quebrou o recorde da Adele no iTunes no domingo, dia 5 de julho, quando o seu single “Black Swan” ficou no topo do chart em 104 países, mais do que qualquer outra música na história. Mas a vitória teve vida curta, já que uma nova música ficou no topo dos charts do iTunes em ainda mais países que “Black Swan” — e acontece de ser de um integrante do BTS.

A honra vai para V, cuja música “Sweet Night” ficou no topo do iTunes em 105 países (até o momento da tradução deste artigo), ultrapassando “Black Swan”. A delicada balada acústica apareceu como trilha sonora do drama sul-coreano Itaewon Class, e V escreveu, produziu e cantou a música sozinho. “Sweet Night” debutou em 2º lugar no chart Digital Song Sales da Billboard— a posição mais alta de todos os tempos para um artista solo coreano— e acumulou impressionantes 38.6 milhões de streams no Spotify desde março.

Os recordes solo não param por aí. RM também alcançou um novo marco na quarta feira com a sua mixtape/playlist de 2018, mono. A coletânea de músicas de hip-hop melancólicas e temperamentais alcançou o 1º lugar no iTunes de 100 países, se tornando o primeiro álbum de um artista asiático a conquistar este feito. mono. causou um grande impacto nos charts da Billboard, debutando em 2º lugar no chart World Albums e em 26º no Billboard 200. Foi o álbum com a posição mais alta no chart Billboard 200 para um solista coreano na época, um recorde que pertence à SUGA agora com sua mais recente mixtape como Agust D, D-2, que alcançou o 11º lugar em junho.

Embora os recordes do iTunes não tenham o mesmo prestígio cultural que recordes da Billboard ou do YouTube, eles ainda são um bom significado sobre a popularidade dos artistas ao redor do mundo. Os recordes globais do iTunes de V e RM nessa semana demonstram algumas coisas. Eles provam que os integrantes do BTS tem poder por conta própria e podem estabelecer ilustres carreiras solo enquanto continuam conquistando o mundo como grupo. As últimas conquistas de “Sweet Night” e mono., em particular, também mostram a versatilidade musical dos integrantes. Suas produções solos variam de pop indie contemplativos à explosivos sons de trap, e essas várias influências aparecem nos álbuns do BTS, que continuam atenuando as linhas entre o rap, rock, pop e R&B.

kim taehyung | v | Tumblr

É claro, os novos recordes de V e RM também são um testamento dos seus fãs persistentes. Enquanto muitos álbuns de dois anos de idade de estrelas pops ficariam no fundo dos charts ou sairiam deles completamente, os integrantes do BTS continuam ficando no topo dos charts ao redor do mundo por conta dos seus fãs dedicados. Quando os ARMYs decidem alcançar uma nova marca em streams ou vendas, geralmente não demora muito até que esse recorde seja batido. Nesse ponto, os integrantes do BTS estão quebrando recordes que eles haviam conquistado anteriormente como grupo, e se os seus fãs tem algo a dizer sobre isso, esse vai-e-vem pode continuar acontecendo por um bom tempo.

Fonte: Forbes

Notícias | por em 10/07/2020
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio