11 momentos icônicos do BTS em homenagem ao 6º aniversário do grupo

Anúncio

11 momentos icônicos do BTS em homenagem ao 6º aniversário do grupo

Seis anos atrás, em 13 de junho de 2013, sete garotos da Coreia do Sul fizeram seu debut oficial como Bangtan Sonyeondan (“Bulletproof Boy Scouts”, ou “Bangtan Boys”), também conhecido como BTS. É difícil acreditar que RM, Jin, SUGA, J-Hope, Jimin, V e JungKook estejam juntos há tanto tempo – ou talvez seja mais difícil acreditar que, depois de apenas seis anos, o BTS teve tantos momentos icônicos.

Sua ascensão ao sucesso inclui desde quebrar recordes mundiais até colaborar com grandes artistas como Nicki Minaj, The Chainsmokers e Ed Sheeran. Eles também conseguiram reunir uma quantidade impressionante de fãs – recentemente alcançando 20 milhões de seguidores no Twitter – que se são conhecidos como ARMYs (e frequentemente agem com a organização e o poder de um, também).

Como todos os anos, o BTS celebra seu aniversário com o ‘BTS Festa’, um período de duas semanas em que os integrantes lançam toneladas de novos conteúdos de música e vídeo, como a música solo de Jin, “Tonight” ou o vídeo da versão para piano de ‘Euphoria’ de JungKook.

Mas como o BTS chegou a esse ponto de sua jornada, onde parece que todas as portas estão abertas para eles? Esta viagem no tempo deve fornecer toda a prova que você precisa que o BTS não está para brincadeira  – e se alguém merece os títulos “ícones” ou “ídolos”, são eles.

1. Sua primeira apresentação (13 de junho de 2013)

A primeira apresentação ao vivo do BTS foi ao ar no M Countdown, um popular programa musical de K-pop. Eles cantaram “No More Dream” de seu álbum de estréia, 2 Cool 4 Skool, que havia sido lançado no dia anterior.

É certo que seu debut recebeu críticas mistas, e eles não eram imediatamente populares. No entanto, a incerteza faz com que o momento seja muito mais agradável de assistir quando você conhece o futuro: Na verdade, o BTS fez exatamente isso reagindo a sua primeira apresentação em janeiro de 2019 em um episódio posterior do M Countdown.

2. O lançamento de seu primeiro álbum japonês (24 de dezembro de 2014)

O BTS geralmente fala sobre a capacidade da música transcender idiomas, e com o lançamento de ‘ Wake Up’  de 2014, seu primeiro álbum de estúdio japonês, eles provaram que a linguagem nunca seria uma barreira para espalhar sua mensagem. Eles não apenas traduziram algumas de suas canções coreanas para o japonês, incluindo “No More Dream” e “Boy In Luv”, mas também escreveram algumas canções originais em japonês.

Desde o Wake Up, o BTS continua a provar que pode dominar em mais de uma língua: eles lançaram mais dois álbuns japoneses, ‘Youth’s’ de 2016 e ‘Face Yourself’ de 2018.

3. O lançamento de “I Need You” e o início do Bangtan Universe (29 de abril de 2015)

Enquanto muitos dos MVs do BTS são lembrados por exibirem seus movimentos de dança, “I Need U” deu início a algo muito diferente na arte do grupo. O MV – que tem uma versão comercial editada (acima) e uma versão sem cortes para os maiores de 19 anos (que envolve temas mais sombrios e mais imagens gráficas) – introduziu os ARMYs no Bangtan Universe, uma história fictícia dos integrantes que se tornam amigos, mas são dilacerados por suas próprias lutas.

As histórias que começam em “I Need U” foram originalmente pensadas para estarem contidas nos MVs  de 2015-16 que fazem parte do álbum “The Most Beautiful Moment in Life” (também conhecido como HYYH). No entanto, agora se estendem até os dias atuais, e incluem MVs, curtas-metragens, livros (chamados de “notas”), pôsteres e até mesmo um webtoon. Teorias de fãs são abundantes sobre como todos os diferentes conteúdos se conectam nesta linha do tempo não linear. Considerando que poucos outros grupos conseguiram contar uma história deste escopo com e fora de sua música, a dedicação do BTS em criar a BU é incrível.

4. Quando a primeira temporada de ‘Run BTS!’ foi ao ar (1 de agosto de 2015)

Embora a maior parte do foco do BTS seja sua música e apresentações, os integrantes também passaram um bom tempo frente a câmera. Eles tiveram vários reality shows de TV, que se concentraram em uma variedade de assuntos, desde viagens (Bon Voyage) ao hip-hop (American Hustle Life), mas também o Run BTS! é o mais longo, com 75 episódios a partir da publicação.

O programa de variedades, agora semanal, desafia os integrantes a escrever e executar esquetes, jogar e completar outras missões, muitas vezes divididos em equipes e com a ameaça de uma “punição” pairando sobre eles. O primeiro episódio mostra todos os sete membros discutindo sua visão para o show, e parece que todas as suas previsões (incluindo a promessa de Jimin de mostrar mais de seu “rosto bonito”) se tornaram realidade.

5. Sua estréia em uma premiação americana (19 de novembro de 2017)

Em 2017, o BTS estava a caminho de se tornar um fenômeno global. Eles participaram do Billboard Music Awards nos EUA no início daquele ano, mas sua verdadeira introdução a muitas estrelas ocidentais aconteceu quando apresentaram “DNA” no American Music Awards, tornando-se o primeiro grupo de K-pop a fazê-lo. Apenas um dia depois, eles obtiveram um recorde mundial entrando para o Guiness Book como o maior engajamento do Twitter para um grupo musical, então é seguro dizer que as pessoas estavam tomando conhecimento do BTS.

Os AMAs também deram ao BTS a chance de se conectar com artistas americanos, incluindo Khalid, com quem eles confirmaram uma colaboração em breve.

6. O discurso na ONU (24 de setembro de 2018)

O BTS nunca se esquivou de falar sobre questões importantes. Talvez o mais proeminente em sua música seja a importância do amor-próprio, já que eles lançaram três álbuns com “Love Yourself” no título. No entanto, eles decidiram continuar com seu desejo de mudança quando lançaram a campanha Love Myself para patrocinar a campanha #ENDviolence da UNICEF em novembro de 2017.

Cerca de um ano após o início do trabalho com a UNICEF, o BTS visitou a sede da ONU para apoiar o lançamento do Generation Unlimited, uma iniciativa da UNICEF que trabalha para melhorar a educação e o acesso ao emprego para os jovens. Enquanto esteve lá, RM fez um discurso comovente em nome do grupo, incentivando as pessoas a “me contar sua história. Quero ouvir sua voz e quero ouvir sua convicção. Não importa quem você é, de onde você é, sua cor de pele, sua identidade de gênero: fale você mesmo.”

O BTS foi o primeiro artista do K-pop a falar na ONU, e eles definitivamente ganharam essa honra. De acordo com o site oficial do Love Myself, eles foram os primeiros artistas na Coréia do Sul a criar, angariar fundos e doar para uma campanha social como essa. Em 30 de abril, eles teriam arrecadado mais de US $ 2 milhões para o #ENDviolence

7. Eles receberam a Ordem do Mérito Cultural (24 de outubro de 2018)

Nos Prêmios Culturais e Artes Populares de 2018, o BTS recebeu do governo sul-coreano a Ordem do Mérito Cultural de Hwagwan, tornando-os os mais jovens premiados de todos os tempos. Na época, Jin, o mais velho, tinha 25 anos, e JungKook, o mais novo, tinha 21 anos. O prêmio é dado àqueles que espalham a cultura coreana, um fenômeno conhecido como Hallyu, que se traduz em “The Korean Wave”, ou “A Onda Coreana”.

Considerando que o BTS não cede a pressão para cantar em inglês e incorpora elementos da cultura coreana em algumas de suas performances, esse prêmio é definitivamente bem merecido.

8. ‘Burn The Stage: The Movie’ estreia nos cinemas (Nov. 15, 2018)

“Burn The Stage: The Movie” segue o BTS em sua turnê Wings em 2017 e mostra aos ARMYs o quanto os integrantes são dedicados a apresentar um incrível show. O momento mais chocante foi provavelmente quando JungKook entrou em colapso durante o show no Chile, mas se apresentou de qualquer maneira porque queria dar aos fãs o melhor show possível.

Embora o filme tenha chegado nos cinemas em novembro de 2018 e tenha sido planejado para ter uma tiragem limitada, diante da demanda popular, este voltou aos cinemas por dois dias em dezembro do mesmo ano em alguns países. E claro, não seria um filme do  BTS se não quebrasse pelo menos um recorde: Burn The Stage fez $ 3.54 milhões no seu fim de semana de estréia, quebrando o recorde previamente estabelecido pelo One Direction com seu documentário “One Direction: Where We”, se tornando a produção musical de cinema de maior bilheteria.

9. Eles fizeram história nas paradas musicais (April 27, 2019)

Alguns podem não concordar com as comparações entre BTS e os Beatles, mas os fatos não mentem: Após o lançamento do seu mais recente álbum, “Map of the Soul: Persona”, o BTS se tornou o primeiro grupo tradicional desde que os Fab Four obtiveram três primeiros lugares na Billboard 200 em menos de um ano. Os álbuns anteriores do BTS a atingir esse feito foram “Love Yourself 轉 ‘Tear’” e “Love Yourself 結 ‘Answer’”, ambos lançados em 2018.

Embora esse não tenha sido o único marco atingido, ele fornece insights para o sucesso deles como artistas globais – além de quebrar recordes no K-pop, eles também estão se mostrando mais capazes de dominar o mundo todo.

10. O MV de “Boy With Luv”: três recordes mundiais em 24 horas (April 12, 2019)

Neste ponto, às vezes parece que toda vez que um integrante do BTS respira, um recorde mundial é quebrado. Os ARMYs não vieram para brincar quando o MV de “Boy With Luv” – single mais recente do BTS em colaboração com Halsey – foi lançado: o vídeo alcançou 74,6 milhões de visualizações após apenas 24 horas.

Em outras palavras, o BTS quebrou três Guinness World Records em um dia: o vídeo do YouTube mais assistido em 24 horas, o vídeo musical mais visto do YouTube em 24 horas e o vídeo musical mais assistido do YouTube em 24 horas por um grupo K-pop. Fale sobre ser icônico.

11. Eles ganharam adesão à Recording Academy (6 de junho de 2019)

Junto com seu produtor e fundador de sua gravadora, Big Hit Entertainment, Bang Si-hyuk, o BTS foi convidado a participar da Recording Academy, que apresenta o Grammy Awards anual. Este convite, se optar por aceitá-lo, significa que eles podem votar em quem vence no Grammy de 2020.

Anteriormente, o BTS recebeu uma nomeação para “Best Recording Package” no Grammy Awards de 2019 pelo álbum Love Yourself 轉 ‘Tear, mas ao se juntar à Recording Academy cimenta seu lugar como artistas influentes e reconhece seu impacto na indústria musical.

E as coisas não estão diminuindo para o BTS tão cedo. Tendo acabado de terminar a turnê ‘BTS World Tour: Speak Yourself’, os meninos estão aguardando o lançamento do BTS World em 26 de junho, um jogo interativo que mostra sua jornada ao estrelato e que vem com uma trilha sonora incrível (você pode ouvir “Dream Glow”, sua colaboração com Charli XCX ou “A Brand New Day”, com participação com Zara Larsson). Este olhar ao passado revela o hábito do BTS de trabalhar duro e colher os frutos, então os ARMYs provavelmente podem esperar muitos momentos mais emblemáticos em seu futuro.

Fonte: Bustle

Artigos | por em 18/06/2019
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio