Retrospectiva 2018: O ano do BTS

Anúncio

Retrospectiva 2018: O ano do BTS

BTS. Todo mundo, e eu digo, todo mundo mesmo, conhece esse nome.

Continuando a série de retrospectivas dos nossos artistas favoritos do ano, falaremos sobre a boyband sul coreana que dominou os charts, o BTS.

Este ano, o BTS lançou dois álbuns, um mini-álbum, uma mixtape e uma playlist.

A série “Love Yourself” é a quarta era da carreira do BTS e começou em 2017, com Love Yourself 承 ‘Her’. O álbum começa com uma intro cantada por Jimin, intitulada “Serendipity”. Novas faixas incluindo “DNA”, “Best of Me”, “Dimple”, “Pied Piper”, “MIC Drop”, “Go Go” e a faixa escondida “Sea” podem ser ouvidas ao longo do álbum. A primeira parte da era “Love Yourself” termina com uma outro da rap line, intitulada “Her”. Um skit do discurso do grupo durante o Billboard Music Awards também faz parte dessa lista, onde Namjoon, ou RM, agradece os ARMYs por tudo que eles ajudaram o grupo a conquistar.

“Oceano, deserto e o mundo. Tudo, mesma coisa, noite diferente. Eu vejo o oceano, eu vejo o deserto, eu vejo o mundo. Tudo, mesma coisa, noite diferente. É a vida novamente”. RM foi pego quase chorando ao fazer a introdução da sentimental faixa, “Sea”, durante uma transmissão do V Live.

“Singularity” é a intro de V para o Love Yourself 轉 ‘Tear’, a segunda parte da série. As novas faixas incluíram a famosa “FAKE LOVE” e também “The Truth Untold”, “134340”, “Paradise”, “Love Maze”, “Magic Shop”, “Airplane Pt.2”, “Anpanman”, “So What” e outra outros da rap line, “Tear”.

“Magic Shop” foi uma música que o BTS dedicou aos seus fãs. Partes do rap de RM, “Não esqueça que eu sempre encontrei você, nos meus momentos de maior desespero. Você é a última razão, para que eu, que estava parado na beira do abismo, viva”, indicam que os fãs são quem dão esperanças ao grupo quando eles pensam em desistir.

Trechos do rap de J-Hope e das linhas de JungKook e V no primeiro verso, “Eu não vou dizer nada óbvio como “ache sua força”, eu vou deixar você ouvir minha história, deixar você ouvi-la” e “Eu queria ser seu conforto e tocar seu coração. Eu quero acabar com a sua tristeza e dor”, também indicam que, em troca, o BTS vai dar conforto e força aos fãs, as pessoas que os ajudaram durante os momentos difíceis. Então, como uma alternativa, eles querem criar mais letras, e mostrar aos fãs que quando eles estão tristes, mesmo eles sendo idols, também escutam suas próprias músicas. Eles querem mostrar que estarão ao nosso lado da mesma forma que nós estamos do lado deles, eles querem que fiquemos bem também.

A terceira e última parte da era “Love Yourself” foi Love Yourself 結 ‘Answer’. Esse álbum contém uma nova intro por Jin, “Epiphany”, e 3 novas faixas da rap line: “Trivia 起 : Just Dance”, “Trivia 承: Love” e “Trivia 轉: Seesaw”. Uma versão completa de “Serendipity” de Jimin foi lançada, o que surpreendeu muitos fãs. Outras faixas foram “I’m Fine”, “IDOL”, “Answer: Love Myself” e novas versões de “DNA” e “FAKE LOVE”.

“IDOL”, o single desse último álbum e que teve uma versão extra, com a rapper Nicki Minaj, é uma música com muitas referências tradicionais coreanas, que o BTS explicou nesta entrevista:

Bônus: Love Yourself 起 ‘Wonder’ foi um projeto continuado do BTS, que durou de 2017 a 2018. “Euphoria”, do JungKook, foi a música lançada em Wonder.

Face Yourself, um mini-album japonês, foi lançado em abril de 2018, contendo as versões japonesas de músicas famosas do grupo, como “Blood, Sweat & Tears”, “Go Go”, “Spring Day”, entre outras, além de faixas novíssimas, como “Let Go” e “Crystal Snow” — tão bem escritas e compostas que muitas pessoas choraram ao escutá-las.

As faixas “FAKE LOVE” e “Airplane Pt.2” também ganharam sua versão japonesa mais tarde, sendo lançadas oficialmente em plataformas de streaming, como o Spotify, e a Apple Music.

“The Truth Untold” e “MIC Drop” não foram as únicas parceiras de Steve Aoki com o grupo, já que o single “Waste It On Me” foi lançado posteriormente. JungKook e RM aparecem na faixa e, apesar de não ter sido confirmado pelos garotos ou pela Big Hit, Jimin também pode ser ouvido como backing vocal na música.

Yoongi, ou SUGA — que é conhecido como um dos melhores produtores no BTS — também remixou sua própria versão de “I Need U” e “Trivia 轉: Seesaw”, liberando-as no SoundCloud.

J-Hope também teve um ótimo ano. Ele lançou sua mixtape solo, “Hope World”, que entrou na lista da Billboard 200, a maior conquista para um artista solo de K-Pop até então.

John Cena também admitiu que J-Hope é seu integrante favorito do grupo e mencionou “Base Line” e “Hangsang” como suas faixas favoritas.

J-Hope fez uma aparição inesperada no videoclipe da música “In My Feelings”, do Drake, algo que também o surpreendeu. Ele compartilhou um vídeo dele dançando a música no Twitter, mas jamais esperou estar em um vídeo do cantor.

[TRAD] #DesafioInMyFeelings #HopeNaRua

RM deu dois dias de preparo aos ARMYs para o lançamento de mono., a playlist (ou mixtape) que ele estava trabalhando por anos. Ele apenas anunciou seu lançamento no Twitter com a capa do álbum, contendo a lista das músicas em uma caligrafia bagunçada, que os fãs dizem pertencer ao SUGA.

[TRAD]

playlist do RM
“mono.”
23/10

“mono.” foi lançada e todas as 7 faixas são incríveis à sua forma. Por exemplo, “Moonchild”, uma música que RM disse ser dedicada às pessoas que têm dificuldades de viver durante o dia e gostam de aproveitar a noite para si, e pode ser ouvida enquanto você estiver passando por um momento difícil e precisar de conforto.

Em “Seoul”, RM expressa sua relação de amor e ódio com a cidade, e também fala sobre sua experiência própria com a cidade. Ele brinca com o conceito de amor e ódio e mostra como as duas coisas se relacionam uma com a outra, indicando ambos os lados positivos e negativos de Seul. RM também faz o rap sobre como Seul o mudou como pessoa, e que sua infância está distante agora. Tendo nascido em Ilsan mas vivido em Seul durante os anos de trainee e idol, ele agora vê Seul como sua casa. “Seoul” é a faixa que eu escuto quando quero entrar numa vibe mais relaxada.

Run!BTS é um programa de variedade gratuito oferecido no aplicativo V Live app. Ele começou a ser transmitido em 2015 e estava em hiatus enquanto o grupo estava divulgando a “BTS Love Yourself: World Tour”. Em casa episódio os garotos recebem uma missão, que pode render prêmios ou punições caso eles a completem ou não. O programa já está no ar novamente, com a primeira missão completa, dividida em dois episódios.

O BTS lançou não apenas programas de variedades como o Run!BTS, mas também uma série em formato documentário chamada Burn The Stage, disponível através do YouTube Red. Meses depois, “Burn The Stage: O Filme”, foi lançado mundialmente nos cinemas. Um novo filme do grupo, “Love Yourself: em Seul”, está marcado para o dia 26 de janeiro, e ficará nos cinemas apenas por um dia.

O “BTS 4th Muster”, onde o grupo preparou um palco especial e apresentações do grupo no fan cafe oficial do BTS, aconteceu em janeiro de 2018. O show do comeback do grupo também foi lançado ano passado, contendo skits e apresentações dos garotos.

Em 2018, o BTS também recebeu a Ordem de Mérito Cultural do governo coreano. Além disso, eles foram elogiados pelo presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in.

[TRAD] Parabéns aos sete amantes de música e suas “asas”, os ARMYs! As músicas, dança, sonhos e entusiasmo do BTS energizam e dão forças à diversas pessoas ao redor do mundo.

O BTS também foi capa da revista Time, ao se tornarem os “Próximos Líderes da Geração”.

Além desse grande feito, o grupo conquistou uma oportunidade única na vida de falar na Assembleia Geral da ONU, e o discurso de RM inspirou milhões de pessoas. O rapper contou uma história da sua infância, sobre quem ele é, e fez perguntas como “Quem é você?” e “O que te motiva?”, “O que faz seu coração bater mais rápido?”, e terminou seu discurso lindamente com um novo lema para o grupo: “Fale por você mesmo”.

O discurso foi simples, mas bonito. BANGTANTV, o canal do grupo no YouTube, também lançou um vídeo dos bastidores, onde RM pode ser visto ensaiando seu discurso várias vezes, o que tocou o coração dos ARMYs, ao ver o líder do grupo trabalhando tão duro, contando sempre com o apoio dos outros integrantes. O elo entre os garotos é lindo e eu reconheço que todos nós sonhamos com uma amizade parecida em nossas vidas.

Pensar que RM aprendeu inglês sozinho, assistindo ao seriado “Friends”, e vê-lo agora falando tão confiantemente na UNICEF é realmente inspirador.

O BTS l teve a chance de colaborar com Charlie Puth durante o Genie Music Awards, onde JungKook cantou “We Don’t Talk Anymore” com o cantor, e logo depois o grupo e Puth apresentaram uma nova versão do single “FAKE LOVE”. JungKook é fã da música de Charlie Puth, e a parceria foi um sonho que se tornou realidade para o cantor, o grupo e os fãs.

E por falar em parcerias, RM afirmou que ele gostaria de colaborar com Ed Sheeran, e os demais integrantes concordaram. Bom, parece que isso vai acontecer logo, logo. Ed Sheeran estava “respondendo perguntas que o Twitter nunca achou que ele responderia”, e uma pergunta sobre uma possível parceria apareceu:

“eu quero bts x ed sheeran mas quando eles irão fazer isso”, foi lido por Ed Sheeran. Ele sorriu para a câmera e brincou com os seus fãs e os do BTS, dizendo que ele enviou uma música ao grupo sul-coreano e que ele ouviu que eles estavam “brincando com ela”.

SUGA postou um tweet sobre o tema, e a hashtag #BTSXEDSHEERAN foi o assunto mais comentado no Twitter alguns minutos depois disso.

[TRAD] hmm… essa é para você @edsheeran #SUGA

Então, estamos aguardando essa parceria. Você acha que ela se parecerá com qual música? “Spring Day”, “I Need U”, ou “Spine Breaker”? Nós não sabemos o que esperar, mas uma coisa é certa, [a parceria] será incrível e chegará ao topo das paradas quando for lançada.

O antigo chefe do Michael Jackson também convidou o BTS para participar do Tributo de Aniversário de 60 anos da lenda, mas, infelizmente, o BTS não pode comparecer por conta da sua turnê mundial e lançamento de álbum à época.

Dentre centenas de entrevistas, o BTS fez uma com o BuzzFeed onde eles participaram de um quiz para ver com qual integrante do grupo eles mais se pareciam, e SUGA falou sobre “como ele não tinha certeza da veracidade de testes desse tipo”. Quer dizer, é do SUGA que estamos falando.

Na entrevista para o “Noisey Questionarre”, os garotos estavam bem entusiasmados e expressaram seu amor por certo personagem do Pokémon — chamado Mangnanyong —, e RM até compartilhou uma foto do mesmo no Twitter à meia-noite, preocupado com os fãs não saberem sobre qual monstrinho ele estava falando, já que ele disse o nome coreano do personagem durante a entrevista.

[TRAD] este é o mangnanyong..

O quão fofo eles podem ser? 🙁

O BTS também apareceu no programa do Jimmy Fallon, e Jimmy e Jimin criaram um laço forte rapidamente. Jimmy até usou a tiara do personagem de Jimin do BT21, Chimmy, o que fez com que os outros integrantes do grupo rissem muito. Eles participaram do “Desafio de Dança Fortnite” no programa, o que também foi muito adorável.

O BTS compareceu a muitas premiações, como o AMAs e o BBMAs nos Estados Unidos — onde eles ganharam o prêmio de “Top Social Artist” pela segunda vez consecutiva, e fizeram o debut de “FAKE LOVE” — e na Ásia, como o Golden Disc Awards, onde eles ganharam o maior prêmio da noite, um Daesang.

O grupo também recebeu sua primeira indicação ao Grammy, na categoria “Melhor Trabalho de Disco” [“Best Recording Package”]. É um prêmio para a melhor arte de capa de álbum, que nesse caso foi feito pelo diretor de arte HuskyFox, para o Love Yourself 轉 ‘Tear’.

O grupo também foi o primeiro de K-Pop a ganhar um Daesang no KMA. Os resultados do KMA são baseados apenas na qualidade da música e nos jurados, sendo uma espécie de “Grammy coreano”. Eles também ganharam o prêmio de “Músicos do Ano”, algo que nenhum outro grupo de K-Pop conseguiu conquistar até então. Esse foi um grande reconhecimento, visto que o grupo produz e compõe suas próprias músicas, com ajuda de outros produtores da Big Hit.

Recentemente, o BTS compareceu ao SBS Gayo Daejun de 2018, e apresentou 6 músicas, uma de cada ano desde o debut do grupo. Eles também participaram do KBS Gayo Daechukje de 2018, onde se apresentaram por quase 1 hora.

Outra grande premiação onde o grupo apareceu foi o MAMAs de 2018, dividido em três noites, passando pela Coreia do Sul, Japão e Hong Kong. O grupo se apresentou em apenas duas das três noites (em Hong Kong e no Japão), com “FAKE LOVE”, “Anpanman”, “Airplane Pt. 2” e “IDOL”. As apresentações em ambas as noites foram tão incríveis que entraram para os assuntos mais comentados mundialmente no Twitter na duas datas.

O BTS também levou os prêmios principais do MAMAs, por “Álbum do Ano” e “Artista do Ano”, em Hong Kong, deixando tanto os fãs como o grupo em lágrimas. Jin compartilhou com o público que o grupo passou por dificuldades tão grandes no começo no ano que eles pensaram em se separar. Contudo, eles se mantiveram fortes, por eles e pelos fãs, e até renovaram seu contrato com a Big Hit por mais sete anos. Os ARMYs ficaram tão orgulhosos deles que a hashtag #ObrigadoBTS ficou entre os assuntos mais comentados no site, com os fãs agradecendo ao grupo por todo o esforço que eles têm feito.

Falando agora sobre temas mais leves, o BTS fez uma parceria e trabalhou em projetos com os smartphones da linha THINQ da LG, além de outras marcas de vestuário como a Reebok e Converse e a gigante Coca Cola. Eles também se tornaram Embaixadores do Turismo de Seul, de produtos das marcas VT Cosmetics e do novo SUV da Hyundai, o Hyundai Palisade.

Novidades sobre os produtos da BT21 também aconteceram: eles agora estão disponíveis na Hot Topic, a loja onde as pessoas geralmente compram produtos de bandas e da linha “Anti Social Social Club” nos Estados Unidos.

O BTS também visitou a loja da Line em Los Angeles e deixou placas com as marcas de suas mãos, junto com suas assinaturas para seus personagens da BT21. O Messenger do Facebook também lançou stickers do BT21, em uma parceria acordada entre eles em julho de 2018.

Tata é o personagem criado por V, e a “Linguagem Tata” se tornou popular entre os ARMYs após o lançamento de um vídeo de Natal contendo a mesma.

[TRAD] O irresistível #Festival_BT21 começou 🎉 Vamos entrar em modo festivo com o primeiro presente, a história completa do feriado #UNIVERSTAR!
E também, não esqueça das ofertas exclusivas limitadas 💕 #BT21
Assista a história completa em www.bts21.com

É também um fato conhecido que, não importa o quão ocupados os garotos estejam, eles ainda são os mesmos que todos amam. Para o 1º de Abril deste ano, o BTS mudou o layout da sua conta no Twitter, colocando o rosto do fundador e CEO da Big Hit Entertainment, Bang PD. Em troca, os ARMYs mudaram seus icons para fotos do BTS com barba.

Isso aconteceu novamente durante o aniversário do Jin e foi chamado de “Seita do Jin”. O que aconteceu foi que os ARMYs mudaram seus icons todos para a mesma foto, ou fotos similares, de Jin, que ele havia pedido para ser sua “foto de aniversário” de brincadeira, durante um vídeo no começo de 2018. Aconteceu, e todos no Twitter “se tornaram” o Jin, e até o BTS se juntou à brincadeira. Foi louco, com os fãs fazendo “a festa de seguidores da seita do Jin” e outros projetos de fãs.

De uma forma geral, o BTS teve um ano incrível em 2018, e esperamos que você também tenha tido!

Esperamos que RM, Jin, SUGA, J-Hope, Jimin, V e JungKook tenham um lindo e feliz ano novo, junto com todos vocês lendo isto! We purple you*.

*Nós amamos vocês, usando o significado para a cor roxa que V deu.

Fonte: Celeb Mix
Trans eng-ptbr; Jojo Viola @ btsbr

Artigos | por em 13/01/2019
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio