Por dentro da “celestial” apresentação do BTS no Saturday Night Live

Anúncio

Por dentro da “celestial” apresentação do BTS no Saturday Night Live

O Estúdio 8H colocou uma pista de dança customizada para a apresentação do grupo no programa, disse a cantora e compositora Melanie Fontana, que se apresentou com eles e comparou a noite à um momento tão inesquecível quanto o nascimento de um filho!

A cantora e compositora Melanie Fontana trabalhou com o grupo sul-coreano BTS por quase um ano, desde quando co-escreveu o hit de 2018 “Euphoria” — mas até recentemente, ela nunca tinha os conhecido pessoalmente. Isso mudou na última semana, quando Fontana estava se preparando para se apresentar com o grupo no palco do Estúdio 8H — uma experiência da qual ela ainda não se recuperou totalmente. Como Fontana disse em uma entrevista na segunda-feira: “Eu acho que nem ter um bebê algum dia será tão incrível como o que senti naquela noite.”

Na noite de sábado (13), as estrelas do K-pop apresentaram o hit de 2017, “MIC Drop,” e uma do seu mais novo álbum, “Boy With Luv”— co-escrita por Fontana, uma veterana que tem no currículo trabalhos para estrelas como Britney Spears, The Chainsmokers e Justin Bieber. A primeira música dela para o BTS foi “Euphoria,” que acabou sendo a primeira faixa no álbum de 2018 do grupo, Love Yourself ‘Answer’; Fontana contribuiu mais tarde com outras duas faixas para o álbum mais recente do BTS, Map of the Soul: Persona. As composições de Melanie para o BTS são escritas em inglês antes de serem convertidas para o coreano, mas apesar da barreira do idioma, ela se viu formando uma conexão com os integrantes do grupo quando os encontrou pela primeira vez durante os ensaios para o SNL.

“JungKook estava olhando para mim meio de lado, e então RM acompanhou o seu olhar, JungKook cobriu sua boca e sussurrou para J-Hope… E o RM estava tipo, “A compositora!” Fontana contou. Logo depois, eles a envolveram em um abraço em grupo:  “Foi como um daqueles momentos em câmera lenta nos filmes, correndo um até o outro e então nós tivemos um momento.” Os meninos sentaram na beira do palco enquanto a equipe do SNL organizava tudo — conversando sobre a Music Modernization Act*, suas lamentáveis rotinas de sono e o porquê deles entrarem na música.

A apresentação em si era uma técnica dificilmente perceptiva. Para “Boy with Luv” — uma faixa que Fontana interpreta como uma referência à música de 2014 deles,Boy in Luv— o grupo utilizou a coreografia conhecida de seu MV… ou eles tentaram, embora o palco do SNL fosse um pouco limitado comparado aos lugares que eles estão acostumados. De acordo com Fontana, os integrantes do grupo esbarravam uns nos outros ocasionalmente enquanto ensaiavam, embora isso não tenha acontecido com frequência. Eles tiveram uma surpresa de última hora no estúdio: “O SNL trouxe uma pista de dança — tipo, eles de verdade refizeram o piso do palco do programa naquela noite,” disse Melanie. O piso novo, ela explicou, era mais suave, permitindo que o BTS executasse movimentos específicos que requeriam o deslizar de seus pés.

Até no ensaio, ela contou, que os meninos do BTS são dançarinos precisos: “Pareciam ainda melhores do que qualquer dançarino que eu já tenha visto na minha vida. Eles são só tão perfeccionistas!” Eles são focados, mesmo quando cercados por um bando de seguranças, que patrulhavam todo ponto de entrada possível no local de ensaio deles no meio da cidade — um mal necessário para um grupo que inspira atividades intensas de fãs onde quer que vá. No dia do programa, eles ensaiaram suas músicas duas vezes, apresentando uma passagem de som e um ensaio completo para o público no estúdio. “Eu diria que nós vimos as performances 10 ou 15 minutos antes de apresentarmos elas ao vivo,” contou.

A multidão de fãs dedicados que acamparam por dias apenas para terem a chance de conseguir ingressos reserva, chocou o grupo. “Quando eu de fato contei ao RM… Eu ‘tava tipo, ‘Você sabe que há um quarteirão e meio, chegando quase a dois quarteirões de fãs, esperando lá fora por você, né?” disse Fontana. “Ele apenas colocou as mãos dele em cima da boca e ficou tipo, ‘O quê? Cara, não!’ Ele pareceu realmente lisonjeado.”

E a apresentação em si? Fontana a chamou de o ponto mais alto de sua carreira até agora. “Foi uma experiência de outro mundo,” ela disse. “Foi, definitivamente, algo celestial.”

“Quando você está em uma sala com o BTS e você os vê  juntos como amigos,” ela continuou, “você consegue dizer que eles realmente se importam com o outro. Eu não senti em momento algum que havia um pingo de tensão entre eles. Você pode dizer que eles são melhores amigos, e você pode dizer que eles realmente amam o que eles fazem.”

N/T: *A Music Modernization Act, ou MMA, é um grupo liderado por editoras que administram a “licença mecânica” das músicas que são compartilhadas es serviços de stream, como o Spotify e a Apple Music.

Fonte: Vanity Fair

Artigos | por em 15/04/2019
Compartilhe:

Comentários:


Anúncio